Cultura Destaque Vila Verde

Vila Verde. Adjudicação do novo centro cultural aprovado em reunião de Câmara

Redação
Escrito por Redação

A Câmara Municipal de Vila Verde aprovou, esta manhã, na primeira reunião do Executivo Municipal do quadriénio 2017-2021, a adjudicação da obra de construção do Centro de Artes e Espetáculos de Vila Verde e a execução das redes de saneamento das freguesias de Cervães, Barbudo e Turiz.

A obra de “reabilitação do edifício da antiga adega e área envolvente”, na sede concelhia, representa um investimento superior a 2,5 milhões de euros, contemplando a transformação deste imóvel num moderno e funcional Centro de Artes e Espetáculos.

Entre os objetivos desta muito relevante empreitada pontuam a valorização do simbolismo associado à verdade identitária daquela antiga Adega Cooperativa de Vila Verde, fazendo-a definir uma nova imagem para um novo uso.

Assim, o imóvel, situado numa zona central da freguesia de Vila Verde e Barbudo, afirmar-se-á como um novo espaço das Artes e dos Espetáculos de Vila Verde, sem prejuízo da atribuição da devida relevância do vinho e da vinha, num concelho de feição rural, que aqui serão perpetuados para o futuro.

Este amplo equipamento apresentará áreas destinadas à realização de exposições, espaços áreas administrativas, cafetaria, copa/catering, espaços para empresas, espaço multiuso complementado com instalações de apoio, sendo ainda de destacar a criação de novas boxes para o Mercado tradicional.

O investimento abrange igualmente a realização de obras de requalificação da área envolvente.

O Centro de Artes e Espetáculos situa-se numa zona onde existem já o Centro de Artes e Cultura e o novo quartel da GNR, enquadrando-se, assim, na estratégia de criação de novas centralidades e de dinâmicas suscetíveis de incrementar a atividade cultural e de dinamizar a economia local.

Saneamento aprovado

A aprovação dos relatórios de análise de propostas referentes ao procedimento de concurso tendente à execução das empreitadas das redes de saneamento das freguesias de Cervães, Barbudo e Turiz representa a viabilização de um investimento global superior a 2,0 M€ milhões de euros e consubstancia uma forte aposta na crescente universalização do acesso das populações a este serviço de crucial importância para a elevação dos níveis de bem-estar e da qualidade de vida dos Vilaverdenses.

O Presidente da Câmara  de Vila Verde, António Vilela, refere “que a requalificação do antigo edifício da Adega Cooperativa de Vila Verde e a consequente construção do Centro de Artes e Espetáculos é o corolário de uma estratégia de desenvolvimento cultural ajustada às necessidades atuais, permitindo dotar o concelho de Vila Verde de um equipamento moderno, amplo e funcional que vai impulsionar a atividade cultural concelhia, dinamizando múltiplas iniciativas dirigidas para os mais distintos públicos.”

Na ótica do mesmo Edil, “a atratividade e competitividade do território constrói-se também com a criação de novas centralidades com condições apelativas para os Vilaverdenses e para os visitantes e turistas, razão pela qual a obra contempla ainda a requalificação da envolvente no sentido de oferecer as melhores condições possíveis em termos de acesso e de fruição dos espaços e dos equipamentos existentes naquela zona da sede concelhia.”

António Vilela sustenta que “a execução das redes de saneamento de Cervães, Barbudo e Turiz é mais um passo importante que o município está a dar em ordem à melhoria das condições de vida da população” e acrescenta que “para além da rede de saneamento de Vila Verde já em execução, as empreitadas de saneamento das freguesias da Loureira, Soutelo, Vila de Prado e Cabanelas estão neste momento em tramitação e serão adjudicadas também a curto prazo. Estes investimentos traduzem também a preocupação do Município Vilaverdense em promover a preservação ambiental e assegurar a efetiva sustentabilidade do território.”

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação