Destaque

Tribunais. Dívida de milhões da Diviminho obriga a Plano Especial de Revitalização

Partilhe esta notícia!

A Diviminho apresentou-se ao Plano Especial de Revitalização, tendo sido nomeado no passado dia 24 de novembro o Administrador Judicial Provisório [Processo 7067/17.0T8VNF].

A divida ascende a milhões de euros e os credores podem reclamar créditos no âmbito do referido processo judicial.

A Diviminho deverá negociar a dívida com todos os credores, que podem aprovar ou não o plano de recuperação.

Caso não seja aprovado, a Diviminho prosseguirá para processo de insolvência.

Como o Semanário V noticiou, o Ministério Público, em abril de 2016, acusava os gestores da Diviminho de fraude fiscal na ordem dos 600 mil euros, embora os arguidos tenham negado a autoria dos crimes que ocorreram entre 2007 e 2009.

Comentários

topo