Destaque Vila Verde

Aboim da Nóbrega. “Entrar no Café? Só se for de galochas”

(C) FAS / SEMANÁRIO V
Fernando André Silva

Clientes e proprietários do Café/Restaurante Ponto de Encontro, em Aboim da Nóbrega, Vila Verde, estão revoltados com a falta de drenagem das águas pluviais em frente ao estabelecimento.

As queixas aumentam de intensidade quando chove, pois “forma-se um lago à porta”, que é também a única entrada para o estabelecimento, impedindo os clientes de entrar.

A situação acontece mesmo à face da estrada municipal que liga Vila Verde a Ponte da Barca, chegando o lago a ocupar metade da faixa de rodagem.

Situado em Aboim da Nóbrega, na fronteira entre o concelho de Vila Verde e Ponte da Barca, os clientes são forçados a saltar muros ou a calçar botas próprias para água, como galochas.

Hortelinda Pinheiro, proprietária do restaurante, está revoltada com a situação que, diz, “já dura há mais de dez anos”.

“Quando fizeram as obras deixaram a estrada mal feita, inclinada para a entrada do café”, denuncia a proprietária.

“Cada vez que vem um bocado de chuva junta-se ali uma piscina e os clientes que cá estão não conseguem sair, e os que querem entrar dão meia volta e vão embora porque não dá para passar”, refere Hortelinda, revelando que já falou com o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, e que até hoje, “nada”.

“Já falei com todos eles, Câmara, Junta, engenheiros… Estão fartos de saber que isto está assim e até já me disseram que tinha de limpar as valetas, mas está tudo desobstruído e isto continua a inundar”, aponta.

E dez anos depois, problema pode ter solução em janeiro de 2018

João Fernandes, presidente da Junta de Aboim da Nóbrega e Gondomar, disse ao V que a Câmara Municipal de Vila Verde está a par da situação e que está a tentar resolver o problema dos comerciantes e clientes.

“O problema para resolver é complicado porque o local em questão está no extremo com Ponte da Barca e para fazer a drenagem é preciso instalar canalização que desemboque já no outro concelho”, referiu João Fernandes, garantindo que “a Câmara de Vila Verde está em contacto com Ponte da Barca para resolver esse assunto já no início de 2018”.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista