Destaque Vila Verde

Exclusivo. “Filão” de ouro vai desde Marrancos até Godinhaços

Tubos de carotagem de ouro / Semanário V
Fernando André Silva

São dezenas de quilómetros de área do concelho de Vila Verde onde a Lusorecursos está a fazer prospeção de ouro para exploração, entre o lugar de Cova dos Mouros, em Marrancos, até ao Monte Oural, na Ribeira do Neiva, passando ainda por Goães, na mesma união de freguesias.

No local, é visivel alguns trabalhos que o grupo tem levado a cabo, no caso, a perfuração de alguns pontos para testes. Para além de geólogos e investigadores ligados à area da geologia, há também equipas de carotagem vindas de Coimbra e de Amarante que estão a sinalizar os locais onde foi detetada a presença de ouro.

Ao que o Semanário V apurou, a empresa já detetou algum ouro em vários locais e está apenas à espera da aprovação da DGEG, que poderá ainda ter de confirmar se o minério é realmente proveniente daquele local, atestando a veracidade dos resultados da empresa.

Para isso, foi iniciada a carotagem, termo utilizado quando são escavados, de forma circular, alguns buracos, com pouco diâmetro mas grandes em profundidade, para recolher amostras do minério.

Caso a DGEG aprove, e ao que o V apurou, esse é mesmo o desfecho mais provável, a decisão passa ainda para o secretário de Estado da Economia, que terá de aprovar a licença para a exploração.

(Saiba mais sobre a corrida ao ouro de Vila Verde na edição impressa n.º 100 do Semanário V, já nas bancas em Braga, Vila Verde e Amares)

 

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista