Destaque Região

Ponte de Lima. 30 ovelhas mortas “pela garganta”. Pastor queixa-se dos lobos

Fernando André Silva

Cerca de trinta ovelhas apareceram mortas numa quinta em Ponte de Lima, no início desta semana, alegadamente vítima de lobos, em dois ataques que ocorreram segunda e terça-feira.

Segundo José Matos, proprietário da quinta e do rebanho, na segunda-feira encontrou onze ovelhas mortas e outras “a acabar de morrer”, no terreno da quinta em Moreira de Lima, a norte do rio Lima. “Ia pegar nas ovelhas para vacinar o rebanho e deparei-me com isto”, refere.

“No dia seguinte recebo uma chamada do meu irmão que, infelizmente, os lobos tinham voltado e acabaram de matar o resto das ovelhas”, conta, apontando “apenas duas sobreviventes”.

Os outros animais da quinta escaparam à alegada parelha de ataques do lobo-ibérico.

Segundo o proprietário, que tem a quinta há 12 anos sem nunca ter sofrido nenhum ataque destes, técnicos do Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG) estiveram no local e confirmaram “logo à terceira ovelha que viram que se trata de ataque de lobos”.

“Toda a gente diz que se fossem cães vadios mordiam em várias partes do corpo mas as ovelhas foram mortas pela garganta e isso só pode ser do lobo”, acrescenta José Matos.

A última vez que foi avistado um lobo naquela região, foi há já vários anos.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista