Amares

Amares. Designer de jóias criou azulejo inspirado no Mosteiro de Sta. Maria de Bouro

Depois do primeiro azulejo inspirado no património material do concelho de Amares ter sido muito bem acolhido pelos turistas, a marca D´Amares Portuguese Design lança, agora, o segundo mosaico representativo de alguns dos mais simbólicos ícones desta terra. Criado por Sylvie Castro, o trabalho tem como principal elemento de influência o Mosteiro de Santa Maria de Bouro e resulta de mais um desafio lançado à designer de joias amarense pelo presidente da Câmara Municipal.

“Depois do sucesso que foi o primeiro azulejo, que temos vindo maioritariamente a usar como uma recordação para quem nos visita, voltamos a lançar o repto à Sylvie para que desse vida a um novo produto e que resultou em mais um belo exemplar representativo da nossa origem, história, património e produtos mais emblemáticos”, sublinhou Manuel Moreira, congratulando-se com o resultado final do azulejo. “Esta é a continuidade de um trabalho que tem como grande objetivo a promoção do nosso concelho e daquilo que de mais rico nos carateriza e que pretendemos continuar a impulsionar”. “A ideia é fazer com que quem nos visita possa levar consigo uma recordação muito própria que espelha através de alguns elementos  aquilo que identifica o povo de Amares, as nossas raízes, a nossa cultura e este rico património que nos rodeia”, acrescentou o autarca, convicto de que outras ideias surgirão pelas mãos de outros artistas do concelho.

Sylvie Castro diz que o segundo azulejo – azulejo uva – surgiu no mesmo contexto que o primeiro (o azulejo laranja como lhe chama e que teve muito impacto pela estética e por tudo o que representa: a laranja, a uva branca e um mosaico muito antigo do Santuário da Nossa Senhora da Abadia) e que é “procurar valorizar o que é nosso, aquilo que nos identifica e aqueles que são os nossos ícones”.

A designer amarense diz que num concelho “com tanta beleza histórica” foi muito fácil perceber que o segundo elemento de base a trabalhar seria o Mosteiro de Bouro mas foi difícil escolher a temática porque existiam “coisas tão interessantes” naquele espaço que era difícil centrar-se num só elemento. Depois de uma visita ao espaço, no entanto, a inspiração surgiu da sacristia.

“Deparei-me com um pormenor na sacristia que é absolutamente fantástico e que se prende com uma figura angelical e todos os detalhes de pintura do teto que não deve existir em muito mosteiros e, a partir daí, procurei trabalhar esses elementos conciliando a nossa uva, que dá origem a um vinho tão peculiar e tão reconhecido nacional e internacionalmente, bem como um pequeno apontamento da nossa Ponte do Porto que sempre foi e sempre será uma imagem associada ao nosso concelho”, testemunhou.

Neste momento o azulejo está à venda ao público pelo preço de 12 euros e pode ser adquirido na Galeria de Artes e Ofícios de Amares e na Pousada de Bouro, local onde o produto tem sido “a coqueluche dos turistas, especialmente, chineses e asiáticos que estão rendidos a este produto”, afirma Sylvie Castro. O próximo passo é explorar pontos de venda no nosso concelho orientados para o turismo, como sendo casas de turismo rural e produções vinícolas, entre outras. Breve apresentação do produto “Amares… um destino com aromas naturais e distintos. Uma experiência sensorial com sabores únicos e tradicionais!

A paisagem minhota, pontilhada de verde e dourado, faz emergir os bagos das uvas que escondem o saboroso vinho verde, da nossa região. Desde Solares a Quintas Brasonadas, ao Património Cultural e Histórico, a oferta é identitária e singular.  Caso de tal: o Mosteiro de St.ª Maria do Bouro fornece a inspiração para que o Azulejo Uva nos brinde com momentos de beleza e elegância. É um produto exclusivo, resultante de memórias e vivências quotidianas… de emoções ligadas ao espírito criativo de quem se apaixona sempre que passa por aqui…"

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo