Destaque Vila Verde

Vila de Prado. Cemitério ficou sem vagas esta sexta-feira. Junta quer mais dez campas até à Páscoa

Cemitério de Prado FAS / Semanário V
Fernando André Silva

O cemitério da Vila de Prado só tinha uma vaga de sepultura, que foi ocupada esta sexta-feira. A Junta de Freguesia arrancou hoje com obras para garantir mais dez vagas até final do mês de março, avançou ao Semanário V o presidente da Junta.

Albano Bastos refere que as obras de requalificação para a abertura de uma nova fila de campas tiveram hoje início, mas como a terra ainda se encontra “empapada” devido às chuvas das últimas semanas, as obras vão atrasar um pouco mais que o previsto.

“É uma urgência com quase doze anos, alargar o cemitério, e desde esta sexta-feira que deixou de haver sepulturas disponíveis”, disse o autarca que assumiu os destinos daquela vila em outubro de 2017.

“Numa primeira fase serão feitas dez sepulturas que, esperamos, deve dar para mais dois anos. Mas depois temos de fazer mais sepulturas, e até lá, vamos criando infraestruturas para isso”, aponta.

Albano Bastos refere ainda uma mina que passa no local e que “empapa” a terra, criando dificuldades para avançar para novas sepulturas.

“Vamos fazendo as infraestruturas, como é o caso do desvio da mina, aplicar sarjetas para um melhor escoamento das águas pluviais, arranjar os muros, para que numa fase posterior se possa avançar com a construção de mais sepulturas”, refere.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista