Destaque Vila Verde

Vila Verde. Moradores revoltados com falta de pavimentação de acesso a edifício

Fernando André Silva

Moradores do prédio situado na Rua José Feio Soares de Azevedo, ao lado do centro comercial “Vilaverdense” estão revoltados com a obra de pavimentação que parece ter ficado inconcluída no acesso lateral às traseiras do prédio, onde existem garagens. Nem Câmara de Vila Verde nem o construtor assumiram até agora a conclusão da pavimentação da via.

O edifício em questão, com licença de habitabilidade desde 2011, terá ficado com um dos acessos laterais com a pavimentação inconcluída, estando o caminho em más condições, sobretudo na parte onde está a entrada para as garagens.

Para além do “fraco” acesso, o edifício está ao lado de um prédio devoluto que está ao abandono e que, dizem os moradores, é utilizado por jovens estudantes “para fins menos próprios”. Queixam-se ainda de “descarga de materiais de obras e lixo na parte traseira do prédio”.


O assunto foi hoje novamente levantado em reunião do executivo, com os vereadores socialistas a divulgarem uma exposição de uma moradora que cita “várias reclamações de outros proprietários”.

A moradora diz que após queixa prestada junto do presidente da Junta de Vila Verde e Barbudo, José Faria, que o mesmo reclamou junto da Câmara de Vila Verde, em outubro de 2016.

Em dezembro, o vereador com o pelouro do Urbanismo, Manuel Lopes, deslocou-se ao local indicando desconhecer o incumprimento da conclusão da obra.

“Trazia consigo o processo, já anexado com o pedido de esclarecimento do condomínio (…), pediu-me para me deslocar à Câmara”, refere a moradora, alegando ter andado “de gabinete em gabinete”, queixando-se de “em nada” ter ficado “esclarecida” e de que a única coisa que conseguiu foi “apenas a promessa do vereador Manuel Lopes, que até abril de 2017 teria uma resposta e até hoje nada”.


Face ao exposto, o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, preferiu remeter esclarecimentos para “os respetivos serviços” municipais com essa área que, a seu tempo, e segundo o edil, “darão informação sobre todas as situações”.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista