Braga Cultura

Literatura. Construtora de Braga vai dar 15 mil euros em prémio de poesia

Ponte de tédio (Mário Sá Carneiro)
Agência Lusa
Escrito por Agência Lusa

As candidaturas para o XXIII Grande Prémio de Literatura dst estão abertas e decorrem até 30 de março, sendo que este ano aquele galardão distingue obras de poesia publicadas entre 2016 e 2017, anunciou hoje a organização.

Em comunicado enviado à Lusa, a construtora de Braga que promove o galardão, adianta que podem concorrer autores portugueses residentes no país e que o valor pecuniário do prémio é de 15 mil euros.

O Grande Prémio de Literatura dst tem um funcionamento rotativo, premiando num ano uma obra de prosa e, no seguinte, uma obra de poesia.

Nas três últimas edições do prémio dedicadas a poesia, os vencedores foram Manuel Alegre, com a obra “Bairro Ocidental”, Armando Silva Carvalho, com “De Amore”, e Manuel Gusmão, com o título “A Terceira Mão”.

Já os prémios dedicados a prosa, as obras vencedoras foram “Astronomia”, de Mário Cláudio, “Cláudio e Constantino”, de Luísa Costa Gomes, e o “Verdadeiro Ator”, de Jacinto Lucas Pires.

O júri é composto por Vítor Manuel de Aguiar e Silva (presidente), José Manuel Mendes e Carlos Mendes de Sousa.

Os três elementos do júri serão responsáveis pela análise, escolha e fundamentação da obra premiada, que será publicamente anunciada numa cerimónia a decorrer a 29 de junho, por ocasião da abertura da Feira do Livro de Braga.

A primeira etapa de seleção decorre até 22 de maio, data em que serão escolhidos os cinco livros de poesia finalistas.

Partilhe esta notícia!

Comentários

Acerca do autor

Agência Lusa

Agência Lusa