Braga Destaque

Crime. Detido em Braga por homícidio é um brasileiro islamita

Tahunn e Thaylan Palomanes
Redação
Escrito por Redação

O cidadão estrangeiro que foi detido em Braga é de nacionalidade brasileira e professa a religião do islamismo, estando acusado pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil brasileira de ser cúmplice, em conjunto com um irmão, no assassinato de um comerciante, para quem trabalhava.

Thaylan Palomanes, de 25 anos, vivia há cerca de um ano na cidade de Braga, onde era várias vezes avistado nos serviços religiosos islamitas da comunidade da cidade, composta por centenas de fiéis. O SEF terá assim então identificado o suspeito de homicídio, procedendo à detenção na passada sexta-feira.

O crime

Thaylan estava foragido às autoridades brasileiras desde dezembro de 2015 por fortes suspeitas de ter, em conjunto com um irmão, assassinado o antigo patrão à facada, no Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro.

Os irmãos trabalhavam numa pousada para um iraniano de 35 anos que lhes daria alojamento e comida, mas quando este os despediu, e segundo a polícia brasileira, estes conspiraram e mataram o comerciante à facada, em julho de 2014.

Thaylan Palomares vai ser extraditado para o Brasil onde será julgado pelo crime de homicidio. O irmão, alegado cúmplice, ainda não foi detido.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação