Vila Verde

Segurança. Idosos isolados de Vila Verde vão ser monitorizados

Assinatura do protocolo (c) CM Vila Verde
Redação
Escrito por Redação

Realizou-se hoje, 14 de março, na Câmara de Vila Verde, a assinatura do acordo de parceria que formaliza o arranque oficial, no concelho de Vila Verde, do projeto Idade Maior – Intervenção em Rede.

A cerimónia de assinatura contou com a presença das entidades envolvidas neste projeto, mais concretamente do presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, do representante do Comando Territorial de Braga da GNR, Tenente Coronel Manuel Caldeira, do Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde, Carlos Braga, do representante do Serviço Municipal de Proteção Civil de Vila Verde, comandante Luís Morais, do diretor Executivo do Agrupamento do Centros de Saúde Cávado II – Gerês/Cabreira, Nuno Oliveira e do representante da empresa Coolsis – Sistemas de Informação, Fernando Lopes.

Após uma fase de testes, a plataforma digital, desenhada pela Coolsis – Sistemas de Informação, está neste momento em pleno funcionamento, permitindo a monitorização e controlo das situações de isolamento, no sentido de melhorar a qualidade de vida e promover o envelhecimento ativo deste grupo geracional, já de si fragilizado, permitindo assim prolongar as suas condições de autonomia.

O projeto agora em funcionamento, é o primeiro do género a envolver todas estas entidades, operacionalizando e conjugando as suas diversas competências e responsabilidades, sendo por esta razão um projeto inovador e pioneiro no país.

António Vilela, afirma que “este é mais um passo na prossecução do interesse e proteção deste grupo etário, que vem sendo desenvolvido pelo Município de Vila Verde, e que contribuirá para a manutenção do título de concelho do país com a maior taxa de longevidade”.

Refira-se que este projeto surgiu em 2011, na altura da realização da primeira edição da operação Censos Seniores, (levantamento do número de idosos isolados) devido às necessidades que diversas instituições sentiram, no âmbito das suas competências, tendo em vista a identificação, acompanhamento e proteção de alguns grupos de risco, como sejam os idosos isolados.

Estas entidades, Guarda Nacional Republicana, ACES Cávado II – Gerês/Cabreira, Segurança Social, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde e o Município de Vila Verde, através do Serviço de Ação Social e do Serviço Municipal de Proteção Civil, formaram uma parceria, com o objetivo de dar continuidade ao trabalho levado a cabo pela GNR. nos Censos Sénior.

Mais do que saber o número de idosos, os parceiros consideraram importante levar esse trabalho mais além, procurando saber quem são, onde e como vivem.

O objetivo principal deste projeto é contribuir para a melhoria da qualidade de vida através da promoção do envelhecimento ativo, da solidariedade inter-geracional e institucional. Para sua concretização foi criada a plataforma interativa e disponível para os parceiros do projeto para acompanhamento e vigilância das situações, que permite a comunicação entre todas as entidades em tempo real.

Os parceiros irão, dentro das competências de cada um, criar piquetes de monitorização, que se deslocarão periodicamente a cada um dos munícipes referenciados, procedendo em caso de necessidade, ao encaminhamento das situações anómalas detetadas, para o parceiro adequado para as resolver.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação