Amares Destaque

Ambiente. Câmara de Amares entrega ecopontos domésticos à população

Redação
Escrito por Redação

A Câmara Municipal de Amares está atenta às questões ambientais e empenhada em contribuir para o alcance do desenvolvimento sustentável e melhoria da performance nos resíduos sólidos. Tendo por base essa premissa foi criada uma agenda ambiental para o ano de 2018, um instrumento que contempla 23 ações distintas e que terá como eixo transversal a sensibilização para a separação do lixo.

Sensibilizar a população para a preservação e valorização do ambiente é um dos principais vetores estratégico da agenda ambiental 2018, através do projeto Missão 3R´s – Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Esta missão está alicerçada em várias ações de sensibilização e está a ser complementada, já no terreno, com a entrega de ecopontos domésticos e compostores a estudantes e à população em geral. A “Missão 3R´s” visa capacitar as famílias amarenses com um equipamento doméstico que facilite a prática de separação dos resíduos e promova a correta deposição nos ecopontos.

“O Município de Amares está sensível às questões ambientais e ao impacto que os comportamentos do nosso dia a dia têm no desenvolvimento sustentável do meio ambiente”, começa por referir a propósito o presidente da Câmara Municipal de Amares, sublinhando que “a agenda vem trazer para primeiro plano um tema extremamente importante e que diz respeito a todos. O desenvolvimento tem de estar de mãos dadas com o ambiente e, por isso, queremos sensibilizar e mobilizar a população para estes valores.”

“Por esse motivo propomos um conjunto de ações tendo em vista precisamente a preservação e valorização do nosso ecossistema” – Manuel Moreira

Urjalândia e VaiVém Oceanário de Lisboa são fortes apostas da agenda ambiental Das ações programadas destaca-se a segunda edição da Urjalândia: Aldeia de natal sustentável, que regressará este ano, desta vez, promovida durante três dias e com muitas surpresas. Outra das novidades é a presença, em Amares, do VaiVém Oceanário de Lisboa, entre os dias 12 a 18 de novembro, e que permitirá aos amarenses contactar de perto com a realidade do mesmo.

A valorização das frentes ribeirinhas do Município, outra das ações em agenda, vai ser assinalada com o Green Sunset nas margens do Cávado. Já na Abadia vai decorrer uma exposição sobre a Rede Natura 2000, na qual vai ser possível mostrar toda a sublime fauna e flora pertencentes a esta rede ecológica para o espaço comunitário da União Europeia.

Uma das outras novidades desta agenda ambiental é o Ecoconcerto, um momento musical, onde vai ser possível constatar a realidade das taxas de reciclagem em Amares e sensibilizar a população para a separação dos resíduos. Nesta iniciativa vão ser entregues ecopontos aos expectadores e também fica a garantia de um belo momento musical. A peça de teatro “A revolta dos ecopontos” – iniciativa que marcou, no dia internacional das Zonas Húmidas, juntamente com a exposição fotográfica, o arranque das atividades que vão ser desenvolvidas ao longo de 2018 – vai ser apresentada a toda a população, num anfiteatro natural, onde a envolvência com a mãe natureza é garantida.

O Vereador do Pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Amares, Vítor Ribeiro refere que “O município de Amares é dos territórios com maior potencial de crescimento na valorização do seu património ambiental, com mais de 30 km de frente ribeirinha, e com um território de montanha com um valor paisagístico e florestal único que queremos valorizar”. E acrescenta: “Não tenho dúvidas que são dos mais bonitos da região e por isso preparamos esta agenda ambiental, para promover este património durante mais de um mês de atividades e, ao mesmo tempo, sensibilizar toda a população para a sua preservação. Estamos muito satisfeitos com a disponibilidade das várias instituições que nos ajudarão a concretizar esta agenda com sucesso.”

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação