Vila Verde

Ensino. Politécnico de Bragança veio “mostrar-se” a Vila Verde

Redação
Escrito por Redação

O Instituto Politécnico de Bragança – há quatro anos o melhor em Portugal – apresentou na sexta-feira os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTESP)que oferece, em oito áreas, aos alunos da Escola Profissional Amar Terra Verde, em Vila Verde.

No auditório da EPATV estiveram presentes várias dezenas de alunos finalistas dos cursos de ótica ocular, auxiliar de saúde, eletrónica, automação e computadores e Design Gráfico da EPATV, para ouvir Óscar Monteiro.

Este Técnico do Gabinete de Imagem e Apoio aos Estudantes do Instituto Politécnico de Bragança (IPB) explicou a essência dos CTESP, com duração de dois anos, aos quais podem aceder alunos com o 12.º ano completo e abre caminho a uma futura licenciatura, sem terem de se submeter a exames nacionais.

O IPB disponibiliza CTESP nas áreas de comunicação e multimédia, ciências agrárias e recursos naturais, ciências empresariais, formação de professores, hotelaria e restauração, saúde e proteção social, tecnologias e turismo, desporto e lazer. Com cinco escolas, quatro em Bragança e uma em Mirandela, o IPB é frequentado por oito mil alunos. Os candidatos ao CTESP pagam uma propina anual de 420 euros (42 euros mensais) numa cidade com custo de vida mais barato e alojamento por 130 euros mês, em quarto individual.

Óscar Monteiro convidou os jovens da EPATV a visitarem Bragança, entre 15 e 20 de junho, para viverem o “Verão Ciência” – com tudo grátis exceto a viagem – para dissiparem as dúvidas e escolherem o melhor CTESP para o seu futuro.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação