Braga

Braga. Dezenas de bracarenses reuniram para debater questões ambientais

Redação
Escrito por Redação

O movimento cívico Braga para Todos realizou este domingo mais uma tarde de palestras sob o tema “Braga, uma cidade amiga do ambiente?”. A iniciativa juntou mais de três dezenas de bracarenses que levantaram e discutiram questões sobre o ambiente e a cidade.

Segundo o movimento, foi “notória a existência ainda de alguma resistência em respeitar a natureza”. “É normal, infelizmente, ouvir as pessoas falar da natureza como algo que está ali para nós, sem direitos, o que é de todo errado”, refere o movimento, acrescentando que “a natureza tem um papel fundamental na construção das cidades e merece ser respeitada e isso só se consegue se mantivermos a sua integridade e não acontece isso em Braga”.

O movimento acusa ainda o atual executivo liderado por Ricardo Rio de “grande descuido na temática do ambiente e de apenas promover iniciativas pontuais, mas que na prática não são eficazes nem surtem efeitos”.  “ Em Braga há vários eventos de cariz ambiental, no entanto a Câmara de Braga, que marca quase sempre presença, não apresenta soluções e continua a cometer os erros do passado”. O movimento dá exemplos como “a poda das árvores, o corte de árvores e as tentativas de reflorestação”.

Segundo o movimento, não vão ser organizadas mais iniciativas sobre este tema, “pelo menos no imediato”, mas garante que vai reunir com especialistas para fazer chegar a Ricardo Rio propostas concretas para “problemas graves que existem na cidade e quem sabe também trabalhar a nível de petições para mostrar o que os bracarenses pensam e o que querem para Braga”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação