Braga

Economia. 43 cidades europeias reuniram-se em Braga

Redação
Escrito por Redação

Braga recebeu o Fórum de Desenvolvimento Económico para discutir o papel das cidades na economia do conhecimento. Mais de 100 participantes de 43 cidades partilharam experiências e conhecimento em áreas como o crescimento inclusivo, investimento público ou em como transformar os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável em acções locais.

“A realização deste fórum do Desenvolvimento Económico em Braga reforçou o nosso papel nesta importante rede de cidades europeias e estamos cada vez mais comprometidos com o aprofundamento do nossa intervenção na EUROCITIES”, afirmou Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga. “Nós acreditamos no trabalho em rede e sabemos que é importante que as cidades estejam unidas para defender os seus interesses, nomeadamente junto da União Europeia, e precisamente por acreditarmos na Europa, estamos empenhados em intervir cada vez mais na EUROCITIES”, acrescentou.

A participação de Braga nesta rede é uma oportunidade de promover a Cidade no exterior, mas também de aprender com os bons e maus exemplos de outras Cidades. “No próximo mês vamos estar representados no Fórum da Sociedade do Conhecimento e somos também uma das 60 Cidades envolvidas na campanha da EUROCITIES que vai ser lançada em Bruxelas a 7 de Maio, ‘Cities4Europe – Europe for citizens’, destinada a promover os valores europeus e a participação dos cidadãos”, rematou o Autarca de Braga.

A vereadora de Viena e responsável do Fórum de Desenvolvimento Económico da EUROCITIES, Tanja Wehsely, elogiou a organização da Câmara Municipal de Braga e considerou que “ao elevar o nível de excelência na sua organização, está também a ajudar a fortalecer o fórum e esta rede de Cidades”, tendo agradecido ao Presidente da Câmara e à equipa envolvida todo o empenho e dedicação, que foram fundamentais para o seu sucesso.

Durante estes três dias, o Município de Braga teve também a oportunidade de apresentar aos seus parceiros o trabalho que tem sido desenvolvido em Braga na área da economia do conhecimento, nomeadamente na relação do Município cada vez mais ativa com entidades como a Universidade do Minho, o INL ou empresas como a APTIV e Bosch, que estão a mudar a face da Cidade nas áreas da investigação e da inovação. Ao longo deste encontro, que contou com uma mensagem do Comissário Carlos Moedas, foi reivindicado pelas Cidades um maior papel nestas matérias e foi pedido mais investimento da União Europeia nas Cidades, seja através dos fundos de coesão ou de outros instrumentos de financiamento a nível europeu.

Durante estes três dias passaram ainda por Braga diversas personalidades, como Marissa Plouin, coordenadora da OCDE da iniciativa “Champion Mayors for Inclusive Growth” (Ricardo Rio é um dos 50 autarcas de todo o mundo que fazem parte desta iniciativa), que foi a principal oradora na conferência do dia 27 no Theatro Circo ou ainda Brian Field, professor da University College London e especialista em planeamento, que apresentou a sua visão de futuro para uma gestão sustentável e inclusiva de uma cidade numa conferência do dia 28 de março, no gnration.

Durante estes três dias foram ainda realizadas visitas de estudo a diferentes instituições, como à Startup Braga, ao IB-S – Instituto de Ciência e Inovação para a Bio-Sustentabilidade da Universidade do Minho ou ao INL. Em Braga ficou ainda decidido a criação de um novo grupo de trabalho do fórum “Investimentos públicos de longo prazo”, que se juntarão ao três já existentes. A próxima edição deste fórum será em Outubro em Grenoble, na França, tendo sido também anunciado que as duas edições do próximo ano serão em Munique e em Florença.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação