Braga

Braga. Polémica na UMinho com abandono de alunos de mérito por causa da praxe

UMinho - Campus de Gualtar
Redação
Escrito por Redação

A reitoria da Universidade do Minho está a investigar o abandono escolar de dois alunos premiados, alegadamente motivado pelas praxes académicas.

O tema foi levantado pelo Porto Canal que aponta dois alunos, premiados no ensino secundário e que entraram na UMinho como alunos “de mérito”, que terão alegadamente abandonado os cursos na UMinho devido a abusos durante a praxe académica.

Ao mesmo canal, o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, confirmou a situação e diz que o caso já está em análise por parte da reitoria. “Temos notícias de facto que aconteceram abandonos. É um fenómeno conhecido, sabemos que existe, porque [a praxe] deixa impactos na estabilidade emocional de alunos”, referiu o reitor.

Rui Vieira de Castro diz ainda que há necessidade de tomar medidas para que estes fenómenos sejam eliminados. ”

“Não podemos permitir que percursos aspirados pelos estudantes e familias possam ser colocados em causa por práticas que não respeitam minimamente os valores que uma instituição universitária deve promover”, alerta o reitor, confirmando a investigação.

Recorde-se que a praxe académica é proibida dentro das instalações da UMinho já há alguns anos, mas fora das instalações decorrem normalmente.

A Associação Académica da UMinho diz desconhecer o caso mas garantiu tomar medidas para “identificar a escola em que ocorreu a situação” e contactar os alunos em causa e os colegas, para além da provedora do aluno.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação