Braga Cultura

Cultura. Centenas à descoberta dos jardins históricos de Braga

c) CM Braga
Redação
Escrito por Redação

Cerca de duas centenas de Bracarenses aceitaram o repto lançado pelo Município de Braga e caminharam à descoberta dos jardins históricos bracarenses, numa iniciativa que se realizou este Sábado, dia 14 de Abril.

Esta actividade, integrada no programa ‘À Descoberta de Braga’, teve como ponto de partida o Museu dos Biscainhos, onde se expõe uma das mais relevantes expressões do período barroco em Portugal, formado por labirintos de buxos, canavial, pomares, completados por fontes, pérgulas e outras obras de arte.

A visita prosseguiu no Jardim de Santa Bárbara, recriação barroca de meados do século XX, e no Museu Nogueira da Silva, onde se encontra um dos principais jardins urbanos bracarenses, salteado por pérgulas, fontes, esculturas e painéis de azulejos.

O maior destaque da tarde foi a passagem pelo jardim da Casa Grande de Cunha Reis, monumental edifício setecentista que marca a paisagem do Campo das Hortas, e que foi especialmente aberto para este roteiro, dado que se encontra vedado à fruição pública.

Esta visita guiada dá continuidade a um conjunto de acções que visam assinalar o Dia dos Monumentos e Sítios, celebrado anualmente a 18 de Abril, que este ano está subordinado ao tema “De geração em geração”. Além desta iniciativa, o Município de Braga promove, ao longo da próxima semana, a atividade ‘Era uma vez uma Cidade’ dirigida ao público escolar, oficinas temáticas, uma exposição patente nas Termas Romanas do Alto da Cividade, entre outras ações previstas.

(c) CM Braga

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação