Braga

Turismo. Braga para Todos quer mais “Minho” na Feira de Viagens

Redação
Escrito por Redação

Elementos do movimento Braga para Todos marcaram presença na Feira das Viagens em Braga, que termina este domingo. O dia de ontem foi também, palco do 1º fórum de Turismo promovido pela Câmara Municipal de Braga e pela Associação Comercial do Minho e teve com tema principal a cidade que pretende ser um dos principais destinos turísticos à escala Ibérica-

Para o movimento é “um contrassenso não existir um ponto de promoção do turismo local na Feira das Viagens, principalmente para incentivar os visitantes quer de Braga e de outras cidades vizinhas a aproveitarem os fins-de-semana e feriados para conhecer a região: “ Braga promove uma feira das viagens, a par com outras cidades onde estão presentes vários operadores turísticos e agências, ainda há espaço a promover a zona centro do país e escolas a promover os seus cursos, mas não existe um único ponto a promover o turismo no Minho, um turismo que tem tudo para ser sustentável e evoluir neste sentido, o pelouro do turismo não pode apenas preocupar-se em fazer muitas fotos em eventos nacionais e internacionais e quem está cá? Não deve também conhecer melhor a sua região?”

O Braga para Todos afirma, que o atual executivo mostra, em várias áreas que não tem capacidade para ser a opção certa para Braga a nível político, e a maioria que alcançaram faz com que exista uma agenda extensa de eventos, mas mal geridos e mal-organizados, como o caso que referem ser uma contradição. O presidente da Câmara, Ricardo Rio, na opinião do movimento apressou-se em comparecer no evento, mas deixou o pelouro do turismo ter uma falha grave: “Braga tem imenso potencial para promover um turismo verde, ecológico recursando a opções sustentáveis, o Minho é das zonas mais verdes do país, mas não podemos ter políticos que não têm sensibilidade para trabalhar para a cidade, quem vem a esta feira sai de lá sem saber nada sobre a região onde estão”

Em matéria de turismo, o movimento acusa o executivo de falta de ideias para apresentar ofertas para os vários públicos: “as pessoas que pretendem um turismo ecológico será que sabem as opções de Braga? Elas existem? Onde estão a ser promovidas? É necessário trabalhar esses nichos cada vez mais procurados por pessoas quer da cidade, ou mesmo de qualquer parte do mundo. Devemos promover o turismo, mas, acima de tudo defender a nossa região com as opções certas e sem desperdiçar estas oportunidades com a ambição de fazer muito, mas pouco com qualidade”

O movimento sustenta a dúvida: “O que Ricardo Rio pretende dizer quando fala em proporcionar uma experiência memorável quando a Câmara não promove nem metade das potencialidades da cidade e ignora propostas, como por exemplo um festival vegan na cidade e o trabalho que é necessário fazer nos espaços verdes da cidade, como o Parque da Ponte ou mesmo o Picoto”

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação