Braga

Protocolo. Braga cria rede de cuidados primários para animais em risco

Redação
Escrito por Redação

O Município de Braga e a Ordem dos Médicos Veterinários assinaram esta sexta-feira o protocolo de colaboração que prevê a implementação do Programa de Apoio de Saúde Preventiva a Animais em Risco.

Entre as medidas previstas está a atribuição do cheque-veterinário a famílias carenciadas do concelho ou a quem adotar um animal de companhia no Centro de Recolha Oficial (CRO) de Braga.

Para o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, esta é uma medida que vai permitir que as famílias carenciadas possam usufruir de tratamentos médico-veterinários aos seus animais de companhia, criando assim uma rede de cuidados primários médico-veterinários para animais em risco.

Na cerimónia de assinatura do protocolo, que contou com a presença de Jorge Cid, bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, o autarca bracarense revelou ainda que a viatura de emergência exclusiva para animais abandonados entrará em pleno funcionamento na primeira quinzena de maio.

O ‘Cheque Veterinário’ representa um investimento anual de 25 mil euros por parte do Município e visa apoiar os bracarenses na vacinação, desparasitação e esterilização dos seus animais, bem como o acesso a outros tratamentos e urgências 24 horas. A esta parceria juntaram-se várias clínicas do concelho e o município espera agora que mais clínicas veterinárias adiram a este protocolo.

“A juntar a este programa a autarquia bracarense está a implementar o projecto de Captura, Esterilização e Devolução dos animais (CED) que está a ser desenvolvido em parceria com associações devidamente acreditadas para acompanhar animais, de forma a promovermos o bem-estar animal e a defesa da saúde pública”, adiantou Ricardo Rio.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação