Região

Bancário que desviou 100 mil euros trabalhava numa dependência BCP em Barcelos

Redação
Escrito por Redação

O homem de 45 que foi detido no Brasil por suspeitas de ter burlado vários idosos no total de cerca de 100 mil euros enquanto trabalhava numa dependência do BCP, em Barcelos, ficou em prisão preventiva.

Raúl Alpuim foi detido no Brasil, para onde terá escapado há treze anos, depois de, diz o Ministério Público, ter desviado dinheiro de contas de vários clientes, maioritariamente idosos, levando para Belo Horizonte cerca de 100 mil euros no total.

Segundo o MP, o homem utilizaria o acesso ao sistema informático para retirar dinheiro da conta de idosos e emigrantes, entre 2004 e 2005, o que acabou por levantar suspeitas de um cliente que questionou a gerência do banco.

Nessa altura, o suspeito terá fugido para o Brasil, onde se tornou agente imobiliário, casou e teve um filho agora com seis anos.

O detido foi extraditado para Portugal por não ter comparecido voluntariamente no julgamento que entretanto começara, em Portugal e foi presente a interrogatório na passada sexta-feira, em Barcelos.

O juiz decretou prisão preventiva.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação