Vila Verde

Vila Verde. Onde estava António Vilela no 25 de Abril de 1974?

António Vilela (c) FAS / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

A pergunta mítica eternizada por Batista Bastos “Onde é que estava no 25 de Abril?” foi hoje mote para uma revelação feita por António Viela, presidente da Câmara de Vila Verde, durante as cerimónias solenes que decorreram esta quarta-feira, na EB Monsenhor Elísio Araújo.

Durante a intervenção, o edil agradeceu alguns testemunhos deixados por gente que viveu de perto a revolução, como foi o caso do militar José Mota, e revelou o seu próprio testemunho de quando era um jovem estudante em Vila Verde e celebrou a liberdade.

“Onde é que eu estava? Andava numa escola, em Vila Verde. Tinha 14 anos. Nesse dia, como costume, desloquei-me para a escola. Quando chegamos a escola percebemos que havia algo estranho. Apareceu o diretor e mandou-nos a todos para casa, sem dizer o que se passava”, conta o edil, recordando ainda a capacidade de antecipação de uma professora.

“Tinhamos uma professora que era muito adepta da liberdade e ao longo das aulas ia-nos preparando para o que ia acontecer. Ainda hoje não percebo muito bem o que ela era, sei que tinha muita cultura e nos dava textos e poemas direcionados para a liberdade”, recorda Vilela, apontando ainda à professora o início da celebração da liberdade em Vila Verde.

“Na escola ninguém explicou o que se passava, mas encontramos a tal professora pelo caminho e ela disse-nos que íamos todos celebrar a liberdade. Mobilizou-nos para fazer uma espécie de manifestação em frente à escola. Era uma revolução que nos trazia a liberdade. Ficamos ali a comemorar o 25 de Abril sem saber muito bem o que se passava, mas outros populares juntaram-se e ao longo do dia fomos percebendo que se estava a passar algo grande. Sei é que não houve aulas nos três dias seguintes porque andamos sempre a comemorar a liberdade em Vila Verde”, disse o presidente de câmara antes de dar início à intervenção política.

 

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação