Braga

Comércio. Associação Comercial de Braga distinguida pela Comissão Europeia

Redação
Escrito por Redação

Plataforma I Shop Braga foi reconhecida como uma das melhores práticas europeias para revitalizar e modernizar o comércio local.

A Comissão Europeia publicou um guia de boas práticas que pretende fomentar a revitalização e modernização do comércio local dos Estados Membros da União Europeia, procurando, deste modo, tornar o setor retalhista mais aberto, integrado e competitivo.

O guia apresenta sugestões práticas sobre a forma como as autoridades públicas podem ajudar os pequenos retalhistas a adotar a mudança tecnológica e enfrentar os desafios do futuro. Cada solução é ilustrada por exemplos concretos, recolhidos a partir das melhores práticas em toda a UE e que podemser transferidos para o contexto local. O guia identifica as histórias de sucesso que podem inspirar os Estados-Membros, por exemplo, sobre a forma de construir comunidades de retalhistas para ajudar a levar os consumidores ao centro das cidades.

Uma das vinte boas práticas europeias identificadas pela Comissão, é a iniciativa “I Shop Braga” – uma plataforma de comércio eletrónico promovida pela Associação Comercial de Braga que conta, atualmente, com 18 lojas aderentes. Esta loja online reúne o que de melhor existe em Braga nas áreas de moda, beleza, casa, gourmet e lazer, tornando possível a sua compra a partir de qualquer parte do mundo. As lojas de comércio de rua ficam, assim, online e acessíveis a todos os que nelas queiram comprar.

Para Rui Marques, “trata-se de uma distinção valiosíssima ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido por esta associação na revitalização e modernização do comércio local”. “É um sinal claro de que estamos na vanguarda do que melhor se faz em defesa do pequeno comércio, não só em Portugal, como na Europa”, reforça o Diretor Geral da ACB.

O setor retalhista é um dos maiores setores da economia da UE, representando quase um em cada dez trabalhadores e mais de 3,6 milhões de empresas retalhistas. O setor está a evoluir rapidamente com o desenvolvimento do comércio eletrónico e da venda a retalho multicanais, e tem potencial para um melhor desempenho. É por esta razão que a Comissão está a ajudar os Estados-Membros e os operadores a superar os desafios que o setor enfrenta, abordando a acumulação de restrições no setor retalhista.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação