Destaque Vila Verde

Vila Verde. Arderam 21 hectares em Moure devido à queima de sobrantes

Bombeiros combatem incêndio em Moure / DR
Fernando André Silva

O Comando Territorial de Braga da GNR avançou esta sexta-feira em comunicado que o total da área ardida durante o incêndio de ontem em Moure e Barbudo foi de 210.000 m2 (21 hectares), atingindo mato, silvas e arbustos mas também eucaliptos.

O comunicado vem confirmar a notícia lançada ontem em primeira mão pelo Semanário V, da detenção do autor da queimada que deu origem a um incêndio, quando a poucos quilómetros outro incêndio que lavrava há algumas horas estava praticamente extinto.

De início pensou-se que poderia ser uma projeção desse primeiro incêndio, ocorrido por volta das 12h, na zona de Monte Castelo em Moure e que alastrou para a freguesia de Barbudo, mas tratou-se de uma queimada de sobrantes descontrolada noutro ponto do mesmo monte.

Altura do mato e das giestas dificultou o combate às chamas / DR

A GNR de Prado esteve no local da queimada e após investigação encontrou indícios que apontavam para o autor da mesma, residente perto do local, junto às Pedreiras de Turiz.

Os militares da GNR recolheram mesmo provas da queimada e foram a casa do homem, para onde o mesmo se tinha refugiado depois de perceber a proporção que as chamas estavam a ter. Segundo a GNR, depois da identificação os factos da origem do incêndio foram participados ao Tribunal de Vila Verde.

Altura do mato e das giestas dificultou o combate às chamas / DR

Estes 21 hectares ardidos são um “rombo” para a mancha florestal do concelho, depois de uma queimada ter dado em 40 hectares ardidos na passada segunda-feira, em Ribeira do Neiva.

Nos dois incêndios de Moure, durante a tarde de quinta-feira, estiveram mobilizados 41 operacionais de Vila Verde, Amares, Fão, Famalicão, Póvoa de Lanhoso, Esposende e ainda um meio aéreo (Hotel 7).

Estima-se que arderam  cerca de 80 hectares no concelho de Vila Verde só durante o mês de abril.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista