Destaque Vila Verde

Vila Verde. Campo de jogos de Coucieiro à espera da requalificação

Campo de Jogos Coucieiro (c) Mariana Gomes / Semanário V
Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Em janeiro de 2015, a junta de freguesia de Coucieiro, em Vila Verde, assinou um contrato com a empresa Artur Ramos & Filhos, Lda., para realizar o arrelvamento e requalificação do campo de jogos que, até hoje, continua com o pavimento em cimento.

O contrato de requalificação do polidesportivo de Coucieiro foi feito através de um ajuste direto, devido à ausência de recursos próprios. A obra teria o custo de cerca de 42 mil euros e um prazo de execução previsto de 90 dias, ficando terminada por volta de outubro desse ano.

Apesar de existir um contrato assinado pelo ex-presidente de junta, José Pimentel da Silva, e pelos representantes legais da empresa Artur Ramos & Filhos Lda., Francisco Ramos e Vítor Ramos, as obras nunca foram iniciadas. Após três anos, o recinto continua com o pavimento
em cimento e sem sinal de obras de requalificação e arrelvamento.

Ao Semanário V, um dos representantes da empresa Artur Ramos & Filhos Lda. refere que a obra não foi realizada, porque, após apresentar o orçamento, a proposta não foi aprovada, “provavelmente por falta de financiamento”. “A junta devia estar à espera de financiamento a 100%, o que possivelmente não aconteceu e a obra não foi realizada”.

A freguesia de Coucieiro conta com cerca de 530 habitantes e ainda nenhum deles conhece um campo de jogos relvado na freguesia. Ao que o Semanário V apurou, a informação sobre a requalificação não chegou a ser divulgada. São poucos os moradores de Coucieiro que têm conhecimento da existência de um plano de requalificação do polidesportivo.

A empresa Artur Ramos &Filhos Lda. já realizou obras semelhantes, nomeadamente no campo de futebol de Paçô, em Arcos de Valdevez, e no campo de futebol da Póvoa de Lanhoso.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista