Desporto Vila Verde

Feminino. Vilaverdense perde em casa e arbitragem revolta equipa

(c) U. Ferreirense
Fernando André Silva

O Vilaverdense FC perdeu este domingo por 1-3 frente ao União Ferreirense, a contar para a jornada 20 da Liga Allianz.

As comandadas de José Rui Pereira entraram bem na partida, assim como a U. Ferreirense, conseguindo as duas equilibrar os lances durante toda a primeira parte.

Ao intervalo o resultado mantinha-se nulo mas a equipa da casa estava mais inclinada para o tento inaugural.

Na saída dos balneários, o Vila entrou mais afoito e criou uma série de oportunidades, determinados a marcar o mais rápido possível, mas acabaram por ser as visitantes a conseguir o tento inaugural.

O golo surgiu após uma tentativa de uma defesa central em seguir com a bola a jogar, acabando por perder o esférico que foi aproveitado pela avançada de Aveiro, Joana Teixeira, inaugurando o marcador para as visitantes aos 55 minutos.

Na resposta, José Rui Pereira lançou a ponta-de-lança Sara Brasil, que acabou por empatar a partida logo aos 66 minutos, reavivando a esperança do conjunto de Vila Verde.

Poucos minutos depois, novo golo da equipa da casa, mas não contou.

A árbitra da partida acabou por anular o golo por suposta mão da atleta. A decisão foi muito criticada pelas atletas e pelo banco do “Vila” que argumentam “não ter existido qualquer mão na bola”.

Durante esse período, instalou-se alguma confusão no relvado, com a árbitra a começar a perder autoridade na partida.

Poucos minutos depois, já para lá dos 70, nova polémica. Uma jogadora do Ferreirense cai na área das de Vila Verde e é assinalado penálti. O jogo esteve interrompido alguns minutos para a equipa de arbitragem perceber quem tinha feito o penálti, para admoestar com cartão amarelo, algo que irritou ainda mais as jogadores do Vila, já incendiadas pelo golo anulado, aegando que ninguém tinha tocado na outra jogadora.

Na sequência dos protestos, Catarina Machado terá dito algo à árbitra que a acabou por expulsar com vermelho direto. As forasteiras acabariam mesmo por colocar-se em vantagem na partida.

Já perto do final do jogo, outra jogadora do Vila acabou expulsa e as visitantes aproveitaram para marcar o terceiro, por Pastilha, já no minuto 95.

José Rui Pereira triste com arbitragem

José Rui Pereira, treinador do Vilaverdense FC, era um homem revoltado no final da partida. “Temos a nossa quota parte de responsabilidade nesta derrota mas posso falar numa fraca arbitragem”, disse o técnico, apontando alguns erros e hesitações “caricatas” à equipa de arbitragem.

No entanto, o treinador está confiante que é possível segurar o quarto lugar até final do campeonato, conseguindo assim o objetivo a que se propôs no início da época [ficar entre os cinco primeiros]. “Temos mais dois jogos e basta-nos empatar para conseguirmos assegurar o quarto lugar, caso o Valadares perca em Alvalade, que será o mais natural”, diz o técnico, que já prepara a equipa de juniores para a disputa da Taça de Portugal.

“O nosso objetivo é libertar algumas jogadores juniores da equipa principal para podermos tentar vencer a Taça Nacional de Juniores”, diz José Rui, apontando que já foram feitos dois jogos que resultaram em duas vitórias com dez golos marcados e zero sofridos”.

“Temos agora a segunda fase, temos de passar a fase zonal para depois disputarmos a fase nacional que acaba em junho”, explica o técnico, reforçando que “é uma competição que queremos ganhar”.

Ficha técnica

Ficha Técnica

Jogo no Complexo Municipal de Vila Verde

Vilaverdense FC 1-3 U. Ferreirense

Ao intervalo: 0-0

Assistência: 100 pessoas

Árbitro: Sandra Santos (AF Porto)

Vilaverdense FC:

Daniela Araújo
Lau machado
Landinha
(Daniela Lopes 78)
Diva
Maria Malheiro
Liliana Peixoto
(Sara Brasil 55)
Catarina Gomes
Ana Loureiro
(Andreia Faria 60)
Filipa Morais
Ronalda
Catarina Machado

T: José Rui Pereira

U. Ferreirense:

Petra
Susana Silva
Ju Almeida
(Tatiana Costa 27)
Diana Graça
Cláudia Rodrigues
Jéssica Pastilha
Tita
Rita Dias
(Bea Ferreira 51)
Bárbara Martins
Kika
Joana Teixeira

T: Bruno Domingos

Amarelos: Landinha (46), Kika (48) e Susana Silva (79)

Vermelhos: Catarina Machado (73) e Daniela Lopes (90+5)

Golos: Joana Teixeira (55), Sara Brasil (66), Diana Graça (75) e Tita (90)

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista