Desporto Vila Verde

Vilaverdense. Golo em Mafra e adeptos são esperança para a 2.ª mão

Mafra 2-1 Vilaverdense (c) Nuno Barbosa / Semanário V
Nuno Barbosa
Escrito por Nuno Barbosa

O Vilaverdense FC perdeu esta tarde no reduto do CD Mafra por 2-1.

A equipa orientada por António Barbosa entrou um pouco apática no encontro e isso fez com que a equipa da casa crescesse no encontro.

O Mafra chegou ao golo ao minuto 19 por Bruno que apareceu nas costas da defensiva do Vila e com um chapéu sobre Pedro Freitas abriu o ativo no marcador e levou a sua equipa a vencer para o intervalo.

O segundo tempo foi o inverso, o Vila cresceu na partida ao ritmo dos adeptos que foram uma fortaleza e mais um jogador em campo. Tudo isso proporcionou e fez com que o avançado Joel Silva aos 58′ minutos empatasse o encontro.

A partir daí assistiu-se a um VFC extremamente ofensivo e o golo só não surgiu porque na baliza contrária esteve um guardião à altura.

No entanto, no futebol quem não marca arrisca-se a sofrer e de grande penalidade o conjunto do Mafra carimbou o triunfo final.

Apesar da derrota o Vila deixou boas impressões e com o golo fora garantiu esperanças para o 2.º jogo que se realiza a 13 de maio às 17h no campo Cruz do Reguengo.

De destacar a presença de perto de uma centena de adeptos em Mafra a apoiar a equipa, algo que foi destacado pelo técnico do Vilaverdense no final da partida como sendo importante para o resto da caminhada.

Comentários

Acerca do autor

Nuno Barbosa

Nuno Barbosa

Jornalista