Braga

Saúde. Hospital de Braga com rastreio gratuito de cancro de pele

Redação
Escrito por Redação

O Serviço de Dermatologia do Hospital de Braga promove, no próximo dia 16 de maio, uma ação de deteção precoce do melanoma, um tipo agressivo de cancro de pele. Com esta iniciativa o Hospital de Braga junta-se à comemoração do Dia do Euro Melanoma, assinalado em toda a Europa.

A ação decorrerá durante o dia 16 de maio, quarta-feira, e será feito em consultório médico. A iniciativa destina-se a grupos de risco, nomeadamente, pessoas com as seguintes características: pele clara, cabelos ruivos, dificuldade em bronzear, pessoas que sofreram grandes queimaduras solares, sobretudo na infância, que tenham historial familiar de melanomas, que apresentem sinais irregulares e sinais em áreas traumáticas (por exemplo, couro cabeludo, lábios, palmas das mãos e plantas dos pés).

A ação é gratuita e sujeita a marcação através do contacto telefónico 253027381, disponível nos dias úteis, de 8 a 15 de maio, das 8h às 13h e das 14h às 16h.

O Serviço de Dermatologia do Hospital de Braga associa-se novamente a esta iniciativa que, conta a nível nacional, com o apoio da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo e da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia.

O melanoma é o tipo de cancro da pele mais grave. Segundo dados da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo, em Portugal surgem, anualmente, cerca de 12.000 casos de cancro da pele, dentro dos quais 10% correspondem a melanomas malignos. As lesões de pele ocorrem tanto à superfície como nas camadas mais internas da pele. As lesões cancerígenas podem ser detetadas através da vigilância, permitindo que o tratamento do cancro da pele seja eficaz.

Em termos gerais, deve ter cuidado com manchas da sua pele que:

Sofram alteração de cor, tamanho ou forma
Têm um aspeto diferente do resto da pele
São assimétricas ou apresentam bordos irregulares
São maiores do que 6mm
São ásperas ou escamosas
Apresentam várias cores
Provocam comichão
Sangram ou libertam líquidos
Têm cor branca
São parecidas com feridas, mas não cicatrizam

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação