Destaque Vila Verde

Tribunais. MP vai recorrer da decisão do tribunal de ilibar António Vilela no caso das multas

Redação
Escrito por Redação

O Ministério Público (MP) vai recorrer da decisão do juiz de instrução em não levar a julgamento António Vilela, presidente da Câmara de Vila Verde, pelos crimes de prevaricação e desobediência a ordem judicial.

Segundo o MP, a António Vilela é imputada a decisão de ter ordenado aos fiscais municipais que não multassem as viaturas que já tivessem aviso de incumprimento por parte da Sociparque, entidade que começou a fiscalizar os estacionamentos por iniciativa própria depois de achar que atividade não estava a ser feita de forma competente pela autarquia.

Depois de obrigado pelo tribunal a manter na mesma as multas, António Vilela é acusado de desrespeitar essa ordem. No entanto, o edil alega não ter dado nenhuma ordem direta aos fiscais para que não o fizessem, indicando que foram os próprios que não decidiram passar multas, por parecer uma questão “lógica”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação