Braga País

Multinacional lança 1.000 vagas de emprego dias depois de greve de colaboradores

Redação
Escrito por Redação

São perto de uma centena de vagas de trabalho para Braga e cerca de 1.000 a nível nacional. A agência de emprego ManpowerGroup lançou uma campanha que visa recrutar trabalhadores para diversos setores com especial enfoque no norte e centro do país.

Esta campanha surge poucos dias depois de cerca de 400 trabalhadores terem entrado em greve no Centro de Contacto da EDP, em Seia, no distrito da Guarda, revelou na altura a agência Lusa a citar fonte sindical.

António Coelho, presidente do sindicato SITE-CN, referiu que as 24h de greve [de 7 para 8 de maio] dos trabalhadores da ManpowerGroup Solutions no Centro de Contacto da EDP em Seia foi “por melhores salários e condições de vida e de trabalho”.

Os trabalhadores “reivindicam melhores aumentos salariais que os propostos pela direção da empresa em negociação com a estrutura sindical do SITE-CN”, de acordo com o sindicato.

“A empresa propôs um salário de entrada de 580 euros e nos diversos escalões existentes, de dois em dois anos, iria até aos 625 euros”, disse o sindicalista. António Coelho explicou que os trabalhadores não aceitam a proposta e “reivindicam aumentos [salariais] que vão, em função dos escalões, de 603 a 633 euros”.

Cerca uma semana depois das reivindicações, a empresa está a recrutar. “Procuramos talentos em diversas regiões e tal como estimámos, o mercado de trabalho este ano está com um ritmo considerável. A dispersão geográfica acaba por ser também relevante pois, apesar de Lisboa e Porto continuarem nos lugares cimeiros, os distritos de Leiria e Braga também se destacam em matéria de procura”, afirma Carla Marques, Country Manager da ManpowerGroup Portugal, em comunicado.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação