Amares

Amares. ACT investiga morte de operário fabril em Lago

Redação
Escrito por Redação

Ricardo Oliveira, de 37 anos e pai de uma menina de cinco, perdeu a vida quando manobrava uma máquina de cortar painéis isotérmicos (estilo sandwich), vítima de um acidente ao início da manhã deste sábado.

Residente na freguesia de Lago, onde se situa a empresa Painel 2000, local do acidente, o homem terá ficado entalado dentro de uma máquina que lhe terá esmagado o crânio.

Segundo disse o comandante adjunto dos Bombeiros de Amares ao Semanário V, já nada podia ser feito porque o traumatismo cránioencefálico era severo e revelou-se fatal.

A unidade local de Braga da Autoridade para as Condições de Trabalho, com sede em Maximinos, já disponibilizou inspetores no local para investigar as circunstâncias da morte do operário, cujo corpo se encontra para ser autopsiado no Instituto de Medicina Legal do Hospital de Braga. Para além da vítima, estariam mais nove trabalhadores a laborar quando se deu o acidente.

Ainda não há data para as cerimónias fúnebres de Ricardo, cuja morte está a consternar os habitantes de Lago e freguesias ao redor. O jovem era ativo na terra e bastante acarinhado por quem o conhecia.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação