Braga

Braga. Clérigos querem Bartolomeu dos Mártires declarado santo em 2019

Fernando André Silva

Esta terça-feira foi dia de reunião dos bispos da província eclesiástica de Braga para fazer o ponto de situação sobre o processo de canonização do beato Bartolomeu dos Mártires, antigo arcebispo de Braga. O objetivo é tentar encontrar uma solução que possa ajudar a acelerar o processo para que, já em 2019, possa ser anunciada a canonização do clérigo português.

Segundo o atual arcebispo D. Jorge Ortiga,  “Bartolomeu dos Mártires foi um grande arcebispo de Braga, do seculo XVI, do Concílio de Trento, um grande impulsionador do concílio, e um realizador dessa reforma na arquidiocese de Braga, com a criação do seminário, com a restruturação de toda a arquidiocese”, disse no sábado em declarações à Rádio Renascença na diocese de Viseu.

“Temos o trabalho de juntar todos os elementos possíveis, com todo o pormenor, está tudo pronto, só faltam ultimar pormenores”, disse, esperando que 2019 seja a data em que haja o tão desejado anúncio.

“Ele é muito importante para as dioceses do norte. Está tudo no bom caminho, e queremos que se acelere um pouco mais o ritmo”, disse ainda o atual arcebispo de Braga.

Bartolomeu dos Mártires deu também nome a uma das principais avenidas de Braga, que vai do Minho Center, em Lamaçães, até à rotunda da rodovia.  Foi declarado venerável, a 23 de março de 1845, pelo Papa Gregório XVI, e beato, a 4 de Novembro de 2001, pelo Papa João Paulo II.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista