Vila Verde

Crime. PJ diz que não houve agressão ou violação a idosa em Vila Verde

(c) FAS / Semanário V
Fernando André Silva

Grande aparato em torno de uma alegada tentativa de violação a uma idosa em Vila Verde, que acabou por não se confirmar. Tudo começou nesta segunda-feira de manhã, quando uma mulher de 73 anos foi encontrada “toda borrada” dentro da própria habitação desmaiada, por uma vizinha, no lugar de Mazagão, em Oriz São Miguel.

A vizinha acabou por “lavar” a idosa e chamou os Bombeiros de Vila Verde, por a mesma apresentar “pisaduras” envolventes à zona genitália, para além de várias marcas na cara e um “grande hematoma na cabeça”.

A idosa terá apresentado uma primeira versão de que foi alvo de uma agressão durante a madrugada do passado sábado, apontando um vizinho, também septuagenário, como autor da mesma.

Mais tarde, a mulher disse que as agressões não tinham sido no sábado mas sim na madrugada de domingo para segunda-feira, e que o alegado agressor já tinha estado no sábado à porta da habitação.

Com suspeitas de agressão e violação, a mulher foi transportada pelos Bombeiros de Vila Verde para o Hospital de Braga onde foi sujeita a exames médicos que não comprovaram a violação ou tentativa de violação.

Segundo apurou o V junto de fonte da PJ de Braga, os exames apontam nesse sentido e é muito improvável que o hematoma apresentado na cabeça seja consequência de uma agressão.

Segundo testemunhas envolvidas no socorro, a mulher apresentava-se com algumas incongruências, que pensaram ser fruto da pancada que tinha apanhado. A mulher terá dado várias versões diferentes dos factos, segundo a mesma fonte policial.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista