Braga

Câmara de Braga vai investir em melhores equipamentos informáticos nas escolas

Ricardo Rio (c) Mariana Gomes / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

A Câmara de Braga vai adquirir 50 computadores e 30 quadros interativos e instalar internet nas escolas que ainda não têm acesso à rede para fazer “face ao cenário atual” de falta de equipamentos, anunciou o presidente da autarquia.

O anúncio, feito durante a reunião de câmara, inclui ainda “melhorias ao nível das infraestruturas no sentido de melhorar a rede local” e ainda o desenvolvimento de “um estudo para equipar as escolas com um sistema de printing, tendo em consideração a infraestrutura de rede local e o sinal de internet”.

A par do investimento anunciado, que consta de um relatório sobre o parque informático nas escolas do concelho, foi ainda aprovado por unanimidade uma proposta dos vereadores socialistas no sentido da “requalificação tecnológica das escolas”.

“Todos temos a mesma intenção, temos consciência de que ainda há muito por fazer, que os nossos equipamentos escolares não estão tão dotados quanto gostaríamos de sistemas informáticos modernos e qualificados, nomeadamente alguns aspetos, como era referido, de velocidade de internet”, explicou o presidente da autarquia Ricardo Rio, à margem da reunião.

Segundo o PS, o referido relatório “fala nas várias queixas oriundas de associação de pais, professores e juntas de freguesia, dá como prioritária a aquisição de novos equipamentos e faz uns gráficos muito bonitos”, sendo que a conclusão, diz aquele partido, consubstancia a opinião dos socialistas.

“Na última folha dizem que face ao cenário atual é necessário continuar a equipar as escolas, no fundo vem-nos dar razão”, afirmou a vereadora do PS Liliana Pereira.

Para a vereadora, o “choque tecnológico” anunciado “é o reconhecimento de que de facto há muito a fazer” naquele campo.

Os socialistas voltaram ainda a acusar a maioria de não ter uma “verdadeira política” de Educação.

“Braga era conhecida por ser vanguardista na Educação e agora desde que este executivo tomou posse, não há uma política, não conhecemos uma ideia vanguardista”, salientou a vereadora socialista.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação