Braga Destaque

Comércio. Braga aposta na tradição com o concurso Braga à Janela

(c) Mariana Gomes / Semanário V
Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

A Associação Comercial de Braga lançou hoje o Concurso de Montras Braga à Janela, relativo às festividades de São João, com vista a “estimular a arte e a criatividade das montras do comércio” em Braga.

Junho é conhecido pelas festas populares em quase todo o país e S. João é um dos principais eventos de atração turística da cidade. São, portanto, as festividades sanjoaninas a temática deste concurso, organizado pela Associação Comercial de Braga (ACB), em parceria com a Comissão de festas de São João e a União de Freguesias de S. José de S. Lázaro e S. João do Souto.

Este ano o concurso é dirigido aos empresários, podendo participar com uma montra todos os estabelecimentos comerciais do concelho de Braga. Rui Marques, diretor-geral da ACB, desafia os empresários “a utilizar os materiais e elementos decorativos que consideram mais adequados para fazer uma montra relacionada com estas festividades”.

A animação e a valorização do comércio da cidade são o principal fator para “a divulgação dos costumes e tradições associadas às festas da cidade e ao fomento do comércio com as atividades artísticas e culturais”.

“Este é um grande evento da cidade que será tão maior quanto seja o envolvimento da comunidade. É necessário que o comércio se envolva cada vez mais com estas festas, para que quem vem a Braga possa ter um pouco da nossa história, das tradições, nas montras de Braga”, refere o responsável da ACB, Rui Marques.

Além do diretor-geral da Associação Comercial de Braga, marcou presença o presidente da Comissão de festas de São João, Rui Ferreira, relembrando o sucesso deste concurso nos anos anteriores. “O mais participado foi precisamente o das montras, feito há dois anos e, portanto, replicamos esta iniciativa”. Reforça, ainda, que este tipo de iniciativas “ajuda as pessoas a fixar as tradições, os hábitos e costumes”

O presidente da União de Freguesias de S. José de São Lázaro e de S. João do Souto deu um voto de louvor pela iniciativa que “promove a valorização do comércio, a divulgação de costumes e aquilo que a cidade tem de bom”.

À semelhança das edições anteriores, o primeiro lugar irá receber um prémio de 500 euros, o segundo lugar conta com um prémio de 200 euros e o terceiro prémio são 100 euros, atribuídos pelas instituições parceiras.

As candidaturas serão aceites até ao próximo dia 11 de junho e a montra deve ser decorada desde o dia 14 até ao dia 24 de junho.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista