Braga Destaque

Loja da “H&M” no centro de Braga vai fechar. Trabalhadores vão entrar em greve

Redação
Escrito por Redação

A crise na empresa responsável marca de roupa H&M está a afetar diretamente os trabalhadores de uma loja na cidade de Braga, que vai fechar portas a curto-prazo. Os trabalhadores estão a programar uma greve para este sábado, em frente à loja, na Avenida da Liberdade.

Ao que o Semanário V apurou junto de fonte do Sindicato do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP), os 19 funcionários da loja na Av. da Liberdade estarão a ser convidados para outras lojas, algumas a mais de 100 quilómetros de distância.

O anúncio do encerramento da loja foi feito ainda durante o mês de maio pela seção administrativa da empresa e os trabalhadores acusam a gerência de os forçar a uma deslocação que consideram “injusta” e que isso os vai levar ao desemprego.

Segundo o sindicato dos CESP, a empresa não cumpriu os prazos legais para efetuar os comunicados e baseou-se em critérios “altamente injustos e falaciosos” para transferir trabalhadores para outras lojas da marca. O sindicato refere ainda que os trabalhadores não foram “sequer ouvidos em todo o processo”.

“A proposta da H&M aos trabalhadores consiste basicamente em transferências para lojas da marca com viagens diárias de 130 quilómetros da loja atual, em transportes públicos, com a utilização obrigatória de três ou quatro transportes diferentes por viagem, num total de tempo gasto em deslocações nunca inferior a pelo menos quatro horas de viagem diárias”, refere ainda o sindicato.

Citada pelo jornal online O Minho, a empresa refere que apenas seis trabalhadores foram colocados fora do distrito de Braga, referindo que a administração está “empenhada no diálogo construtivo no local de trabalho e acredita que a comunicação aberta e a negociação razoável contribuem e desenvolvem um relacionamento duradouro com os colaboradores e com os seus representantes”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação