Destaque Vila Verde

Santa Casa de Vila Verde junta mais de 300 pessoas na Sardinhada Institucional (C/Fotos)

© Joaquim Ribeiro / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

A Santa Casa da Misericórdia, como já vem sendo habitual ao longo dos últimos anos, prendou os seus irmãos, colaboradores e convidados com uma típica sardinhada. Depois de mais um ano de muito trabalho e dedicação à instituição, os colaboradores tiverem um momento de convívio. Utentes, colaboradores, irmandade e convidados, deliciaram-se com as tradicionais sardinhas assadas que anunciam o início das festividades do Santos populares, o Santo António de Vila Verde.

Os colaboradores da Misericórdia de Vila Verde prepararam os jardins da instituição com pompa e circunstância e ao som de música tradicional foi muito o convívio entre os colaboradores e os utentes que vivem sempre este um momento único, com um semblante de felicidade no rosto. “Faz-me lembrar o meu tempo de infância”, era o que mais se ouvia da parte dos utentes visivelmente felizes.

Esta é uma forma de preservar tradições. Conhecida por fomentar as tradições de Vila Verde, a Santa Casa da Misericórdia “regozija-se” em manter esta linda tradição. Segundo Provedor Bento Morais, “ é um momento único para os colaboradores e utentes. Além de ser uma tradição da SCMVV, é também um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelos nossos colaboradores ao longo de todo ano. Agradeço desde já a presença de todos os irmãos, convidados, colaboradores e os nossos utentes. Neste convívio, fomentam-se as amizades fora do contexto laboral. Aproveito para desejar um bom Santo António a todos os nossos doentes, utentes, colaboradores, fornecedores e amigos” frisa o provedor visivelmente emocionado.

As marchas populares foram a surpresa do dia, com o desfile das marchas do CAO e Lar Residencial, lares, infantário e unidades de cuidados continuados, mostrando um pouco do que vão ser as verdadeiras marchas do dia 12 de junho pelas ruas de Vila Verde. “Neste convívio, fomentam-se as amizades fora do contexto laboral. Aproveito para desejar um bom Santo António a todos os nossos doentes, utentes, colaboradores, fornecedores e amigos”, remata Bento Morais.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação