Vila Verde

Vila Verde. Populares descontentes com cobrança de parque aos autocarros em Mixões da Serra

Fernando André Silva

Alguns populares residentes no lugar de Mixões da Serra, freguesia de Valdreu, em Vila Verde, estão descontentes com a cobrança de parque de estacionamento para os autocarros que se deslocam este domingo àquele local para a célebre Bênção dos Animais, que atrai dezenas de milhares de turistas.

Ao Semanário V, Arménio Braga, residente naquele lugar, aponta “ganância” à confraria de Santo António de Mixões da Serra por terem decidido cobrar estacionamento aos autocarros quando isso não estaria nas previsões aquando do pedido de cedência de terrenos aos moradores para criarem o estacionamento.

Segundo o mesmo morador, inicialmente a ideia seria um parque para carros e outro para autocarros, gratuitos, para ajudar a desenvolver o turismo naquela região, algo que realmente resultou, enchendo os parques de viaturas sempre que há a bênção dos animais.

No entanto, de há uns tempos para cá, a mesma confraria começou a cobrar pelos estacionamentos das viaturas e agora também dos autocarros, o que, segundo o morador, vai afastar empresas de viagens.

“Ainda no domingo passado vieram seis autocarros do Porto e estive à fala com um dos motoristas que me disse que não estavam para ter ainda de pagar parque num santuário quando não se paga na maior parte dos santuários do país”, refere Arménio.

Da parte da Confraria de Santo António de Mixões da Serra, o tesoureiro confirmou ao Semanário V que lidam habitualmente com graves problemas financeiros, daí a necessidade de explorarem outros recursos para fazerem a festa.

“Da parte da Câmara, só nos dão umas camisolas para vestirmos durante a festa”, mesmas camisolas que fazem publicidade ao município, “de resto temos de sobreviver com as esmolas e garantir o arranjo do santuário, o que não é fácil”, apontou.

O Santuário de Mixões da Serra recebe a bênção de animais a 10 de junho, pela primeira vez em várias décadas sem a presença do falecido Padre Marques. A missa será presidida pelo padre Fernando, de Terras de Bouro.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista