Vila Verde

Vila Verde. Amantes do folclore revoltados com tenda de ‘afterparty’ no Santo António

Redação
Escrito por Redação

“Vergonhoso, triste, desrespeitoso, humilhante…”. A organização do Festival Internacional de Folclore, que decorreu este sábado à noite, está revoltada com os “altos decibeis” que provinham da tenda de ‘afterparty’, abafando o som do festival que decorria na praça ao lado.

Segundo Rui Cruz, da direção do Grupo de Folclore de Vila Verde, ontem assistiu-se “à maior falta de respeito” em relação àquele grupo folclórico, depois de ter iniciado o evento de música eletrónica sem que tivessem terminado as atuações dos grupos, algo que tinha ficado combinado perante a organização das Festas de Santo António de Vila Verde.

“O GFVV, instituição que conta com 60 anos de existência, a qual muito orgulhosamente represento há 26 anos ininterruptamente, viveu ontem a maior falta de respeito de que eu me lembre, na nossa terra”, diz Rui Cruz.

“Já não bastavam as condições climatéricas a prejudicar o trabalho e empenho de todos nós, tivemos que levar com a descarga de altos decibéis emitidos pela nova, mas já famosa, tenda do afterparty… sim porque esses não só não eram afetados pelas condições climatéricas adversas assim como não respeitaram quem estava ao lado, em plena praça”, vinca ainda.

A afamada tenda é a grande novidade das festas antoninas deste ano em Vila Verde e já tem provocado alguma polémica também por entre moradores que já se queixaram de “barulho até altas horas”. Fonte do município realçou que “é importante a população ser compreensível durante este período de festas”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação