Braga

Lifestyle. Braga já prepara o primeiro São João para vegans

Redação
Escrito por Redação

Braga terá na noite de 23 de junho, a noite mais longa do ano, a primeira edição do S. João Vegan, organizado pelo movimento Braga para Todos, pelos ativistas da VeganHood e pela associação Abandoned Pet, para quem revertem os lucros. O evento inicia às 19h e termina pelas 23h e consta do programa das Festas de S. João deste ano.

O evento, além de ter várias iguarias doces e salgadas, não terá nenhum produto de origem animal e será amigo do ambiente, ao usar para as bebidas copos reutilizáveis (em plástico resistente), que poderão ser usados várias vezes na noite e até em outras.

segundo Elda Fernandes, porta voz do Braga para Todos, “a ideia também foi apresentada à Câmara de Braga, mas lamentavelmente não foi acolhida este ano, mas acreditamos que para o ano o atual executivo terá mais consciência ambiental, afinal é por aí que todos temos que ir em nome da conservação da vida humana no planeta”.

Os grupos de ativismo e associação Abandoned Pets, que criou a caneca personalizad,  acreditam que será bem-recebida e que será uma recordação deste evento pioneiro na cidade.

Por seu lado, o Braga para Todos garante além de um jantar vegan, um evento animado e amigo do ambiente: “Para nós, nem poderia ser de outra forma, as questões ambientais são prioridade na nossa agenda de ação, e mais do que nunca devemos passar essa mensagem às pessoas, temos que combater a banalidade do recurso ao plástico, e a melhor forma é o exemplo”, refere Elda Fernandes.

Além das bebidas nas canecas personalizadas, e dos petiscos diversos, o evento terá merchandising da associação e do coletivo de ativismo VeganHood, mas os lucros são para a causa animal e serão tornados públicos após o evento.

Até ao momento, o evento conta com cerca de 600 pessoas interessadas, mas a organização acredita que será muito menor a adesão: “Aliás nem estamos preparados para tantas pessoas, o que acordamos com a Comissão de Festas do S. João de Braga, que recebeu muito bem o nosso evento e agradecemos desde já essa disponibilidade, foi um jantar para no máximo uma centena de pessoas”.

“Esta é a primeira edição e queremos ir com calma, mas se correr bem gostávamos de fazer para o ano algo maior e também que a Câmara de Braga organiza-se um festival vegan, que os animais agradecem”, diz Elda Fernandes.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação