Braga Destaque

Vandalismo. Braval denuncia destruição de ecopontos em Real e culpa moradores

Fernando André Silva

O ecoponto instalado junto à Quinta Pedagógica de Braga, em Real, foi incendiado duas vezes, no espaço de uma semana, tendo ficado totalmente destruído, denunciou esta segunda-feira a empresa Braval.

Segundo Pedro Machado, diretor geral executivo,foi “incendiado o papelão, na madrugada de sexta-feira”, e “vandalizado o que restava, provando que se tratou de um ato deliberado, premeditado e, não conseguido na primeira tentativa, consumado uma segunda vez”.

Segundo Pedro Machado, a empresa tinha recebido reclamações de moradores que “não o queriam naquele local”. “Parece evidente que se tratou de um ato propositado de quem estava contra este equipamento”, refere o diretor.

“O ecoponto servia um espaço pedagógico de cariz ambiental, a Quinta Pedagógica, e o Centro Escolar de S. Frutuoso, locais onde se ensinam as crianças a cuidar do ambiente e regras de civismo, infelizmente são estes os exemplos que adultos lhes dão, cometendo crimes e causando prejuízo do bem comum, impedindo que a população disponha dos meios adequados para fazer a separação dos seus resíduos”, refere Pedro Machado.

“A Braval já procedeu à denúncia criminal do ocorrido e continua a apelar à sensibilização da população, não só para a correta utilização destes equipamentos, como para a vigilância e denúncia de eventuais autores destes crimes contra património público”, refere a empresa em comunicado.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista