Destaque Vila Verde

Turismo. Mais de 2.000 pessoas caminharam em Aboim em 2017

(c) FAS / Semanário V
Fernando André Silva

Foram 2.180 pessoas que percorreram os trilhos da Nóbrega de do Fojo do Lobo, em caminhadas que decorreram na freguesia de Aboim da Nóbrega e Gondomar durante o ano de 2017.

Em números avançados em exclusivo ao Semanário V pela organização das caminhadas, a cargo do Parque de Campismo Rural de Aboim da Nóbrega, é possível verificar que houve um aumento de 50% em relação a 2013, ano em que começaram estas caminhadas. Já em 2014, foram registadas 1.534 participantes, enquanto que em 2015 participaram 1.878 pessoas, e em 2016, 1.900 pessoas. O ano de 2017 foi assim de grande evolução, com a passagem de 2.180 caminhantes por terras de Aboim.

Ao Semanário V, Domingos Costa, zelador do parque de campismo local e dinamizador destas caminhadas, aponta que o trilho da Nóbrega, com 14 quilómetros, percorre os caminhos rurais e florestais da freguesia de Aboim da Nóbrega, enquanto o trilho do Fojo, que passa também em Gondomar e na freguesia de Valdreu, tem dez quilómetros.

Mas, e segundo a opinião pessoal do zelador, o trilho mais elogiado é mesmo o do Vade, um trilho equestre de 12 quilómetros que dá para fazer também a pé ou de bicicleta e passa pelo castelo de Aboim.

“Faço isto sempre pelo prazer de mostrar a nossa terra. Temos grupos organizados que chegam às dezenas de vários pontos do pais. Não sei bem como mas quando as pessoas cá chegam até já sabem o meu nome, talvez pela divulgação que tem sido feita nas rede sociais”, aponta Domingos, referindo ainda que “já tivemos o prazer de ter cá as três televisões nacionais para fazer reportagem sobre o trilho equestre”.

“Também é possível fazer o trilho de BTT pela freguesia, com 26 quilómetros, e passa em várias freguesia do norte do concelho de Vila Verde”, explica.

Os trilhos estão inseridos na rede municipal de trilhos do Município de Vila Verde e os desdobráveis com os mapas estão disponíveis no site da Câmara para download. Todos os trilhos têm início e fim no parque de campismo, mediante inscrição prévia, dando o mesmo parque todo o apoio necessário aos turistas caminhantes, oferecendo duche sem qualquer pagamento.

Em declarações ao V, Domingos Costa refere que “sempre que a disponibilidade permite, os trilhos são mostrados aos turistas com direito a visita guiada”. O organizador deixa ainda o apelo para os amantes “da natureza, do sossego e da boa gastronomia” não deixarem de visitar Aboim da Nóbrega e o parque de campismo local.

Armando Carriça é outro dos dinamizadores das caminhadas

Armando Carriça não tem qualquer ligação direta com o parque de campismo, mas é outro dos principais dinamizadores das caminhadas, servindo muitas vezes como guia, alternando ou em conjunto com Domingos Costa.

Peixeiro de profissão até bem pouco tempo e a residir em Ponte de Lima, este aboinobrense costuma habitualmente levar turistas belgas e norte-americanos a passear pelos trilhos da Nóbrega e também inserindo-os na comunidade local através das tradições como a malhada do centeio ou o fabrico do pão.

Em conjunto com a empresária belga Joelle, os turistas passam dias em Aboim da Nóbrega e Gondomar, interagindo com a natureza e com os seus habitantes.

Cascatas do Vade

Este será, talvez, um dos locais mais bem escondidos do concelho de Vila Verde, onde uma cascata de água límpida enche uma pequena lagoa, convidativa a banhos durante a época do verão.

O trilho da Nóbrega tem, aliás, passagem garantida pelas cascatas, nas costas do parque de campismo, com acessos construídos de forma improvisada por Domingos Costa.

Para além dos turistas, apenas meia-dúzia de habitantes da freguesia visitam estas cascatas, classificadas pelo município como de interesse turístico, mas um pouco abandonadas à sorte de terem Domingos Costa a construir acessos para as mesmas.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista