Braga Destaque

GNR de Braga expõe material apreendido na mega-operação com nove detidos

Fernando André Silva

O Comando Territorial da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal de Braga, nos dias 1 e 2 de julho, deteve oito homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 27 e os 48, por furto em interior de residência e veículos, recuperando diversos artigos furtados, em Braga. Os suspeitos estão, neste momento, a ser presentes no Tribunal de Braga.

No âmbito de uma investigação por furtos em interior de residências e de veículos, perpetrados nos distritos de Braga, Porto e Viana do Castelo, a investigação da GNR apurou que os suspeitos vigiavam as vítimas, recolhendo informações dos seus hábitos quotidianos.

Os militares realizaram 22 buscas domiciliárias e 15 não domiciliárias, entre as quais a viaturas e uma embarcação. No total, foi recuperado e apreendido, 14 automóveis, oito motociclos, seis bicicletas, cerca de 300 mil euros em numerário, cinco quilos de ouro, joias e relógios de elevado valor, duas armas de fogo, uma réplica de revólver, diversas munições e aerossóis, vários telemóveis, computadores portáteis, televisões, quadros de arte, eletrodomésticos, dispositivos de comunicação móveis – walkie talkie, localizadores GPS, inibidores de frequências.

Oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial de Braga, capitão Bruno Rodrigues

A operação foi realizada em colaboração com a Polícia Judiciária e Polícia de Segurança Pública, no qual estiveram mobilizados cerca de 175 elementos de forças policiais do Comando Territorial de Braga, Grupo de Intervenção de Operações Especiais, Destacamento de Intervenção do Porto, Cinotécnica e o Núcleo de Investigação Criminal dos Arcos de Valdevez.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista