Amares Destaque

Amares. E se um incêndio deflagrasse no lar das Termas?

Redação
Escrito por Redação

No âmbito do Plano de Segurança Interno, o Lar das Termas realizou hoje, por volta das 16h, um exercício de simulacro de incêndio, em colaboração com os Bombeiros de Amares.

Este exercício teve como objetivo refletir um cenário aproximado de emergência incêndios, com o objetivo de sensibilização e prevenção, bem como testar a operacionalidade dos meios envolvidos, de forma, a prevenir danos maiores em situações de emergência.

Foi ordenado a evacuação dos utentes e colaboradores do edifício, para o ponto de encontro assinalado no exterior do edifício. Foi também criada a simulação de uma vítima por inalação de fumo e de uma vítima por queimadura.

A evacuação decorreu de forma ordeira, sem incidentes e respeitando as boas práticas que se exigem nestas situações. A atitude preventiva e colaborante de todos os participantes, a preocupação demonstrada para com o bem-estar dos utentes, o empenho, a formação e a constante preocupação por parte de todos os colaboradores desta instituição foram o fator- chave para o sucesso deste exercício.

No final, realizou-se uma reunião com os intervenientes para avaliar e discutir o resultado do exercício, tendo sido ainda discutidos procedimentos que podem ser aperfeiçoados, sempre numa perspetiva de melhoria contínua.

O adjunto de comando- Domingos Ferreira, fez um balanço positivo da iniciativa, frisando que “as equipas de segurança do Lar das Termas, estiveram à altura do sinistro, cumprindo todos os procedimentos do plano de segurança até à chegada dos meios externos – um veículo de comando tático, um veículo de combate a incêndios urbanos e uma ambulância de socorro, num total de oito elementos externos, correspondendo às necessidades do sinistro, dos colaboradores, utentes e dos visitantes”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação