Braga Cultura

Morreu o jornalista e escritor bracarense Altino do Tojal

Redação
Escrito por Redação

Altino Tojal, escritor, ‘contista’ e jornalista bracarense, morreu este domingo, aos 79 anos, vítima de doença prolongada.

Autor de várias obras de ‘culto’ por entre a sociedade literária portuguesa, escreveu “Os Putos” em 1973, que lhe valeu o despedimento do Jornal de Notícia, onde era jornalista na altura. Essa será a sua obra mais recordada e editada ao longo das últimas décadas, tendo sido adaptada para teatro, televisão e cinema.

Altino do Tojal nasceu e viveu em Braga até aos 27 anos. Foi criado com uma tia professora tendo passado a infância a assistir às aulas em Valbom São Pedro [Vila Verde] e outras freguesias de concelho vizinhos da urbe bracarense.

Trabalhou depois durante alguns anos na Biblioteca de Braga onde adquiriu o trato da escrita, passando a exercer jornalismo, primeiro no “Jornal de Notícias”, depois pelo lisboeta “O Século”, regressando ao Norte para trabalhar no “Comércio do Porto”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação