Destaque Vila Verde

Prado. Cávado Summer Fest vai pôr tudo a mexer na Praia do Faial

Redação
Escrito por Redação

Está a chegar o festival que vai marcar o verão da Vila de Prado, do concelho Vila Verde e de toda a região Minho.

É já no próximo sábado, 21 de julho, a partir das 16 horas que a energia contagiante da música irá instalar-se na Praia Fluvial do Faial, dando o mote para doze horas seguidas de música e animação.

Junto ao esplendor Rio Cávado com margens verdejantes e a velha ponte Filipina (como pano de fundo) está o quadro de rara beleza natural pintado que fará as delícias dos veraneantes e festivaleiros que se deslocarão até Prado.

Ao cenário idílico junta-se um programa preparado com rigor e atenção de forma a agradar a “todos os gostos e feitios” de música, contando com o Pop, o Rock, o House, comidas leves, bebidas frescas, alegria e muita animação.

Em termos de alinhamento, a organização teve o cuidado de ir buscar nomes reconhecidos internacionalmente mas sem esquecer as raízes, indo buscar também bandas e artistas locais, dando-os a conhecer e dando igualmente aquele “empurrão” para a notoriedade.

O festival iniciará com o conhecido Dj Viktor Soul, pelas 16 horas, ritmando sons Pop e House, dando uma nova vida e um novo ambiente a todos os veraneantes que estejam na Praia do Faial, bem como a todos os Pradenses.

Pelas 18h30 é a vez de se cumprir uma das promessas, entrando em palco um filho da terra, Rogério Braga encantará todos os presentes com alguns dos melhores êxitos que o têm catapultado para o restrito mundo dos artistas nacionais com das melhores vozes.

Às 20h é a vez de outro one man show mostrar o que vale. O Mau Olhado é constituído por um músico originário do Porto que acompanhado de Guitarra e Caixa de Ritmos consegue levar os acordes ao mais profundo arrepio de quem o ouve.

Pelas 21:30 horas entram em palco os Malaboos, uma banda de Ponte da Barca, constituída por quatro elementos que trarão uma música mexida e ao mesmo tempo cativante a todos os presentes.

Já com o avançar da hora, pelas 23h horas entra o Dj Pedro Vasconcelos, dando um novo sentido ao início de noite na Vila de Prado e preparando todos os festivaleiros para o Dj cabeça de cartaz que entrará a seguir

Pela 1h é então a vez do Dj internacional Frank Maurel entrar em palco e eletrizando todos os presentes com os seus ritmos Electro e House. Estão reunidos todos os ingredientes para uma receita de sucesso!

O festival surgiu no núcleo de um grupo de amigos, com Sérgio Roriz e André Tiago Almeida à cabeça, e da vontade de criar “algo diferente, disruptivo e verdadeiramente novo no panorama musical de Vila Verde”.

E se bem o pensaram, melhor o fizeram. Um misto de juventude e experiência, traquejo e irreverência, que traz à margem direta do Cávado um rol diversificado de artistas do panorama nacional e internacional da música, a que se juntam também os talentos locais, ávidos para provar que a prata da casa também tem valor.

A organização do evento conta também com o apoio do Município de Vila Verde, da Junta de Freguesia da Vila de Prado e do Clube Náutico de Prado. De entrada livre, o grande objetivo da organização com este evento é que todos os visitantes se sintam bem.

Dar uma nova vida e trazer grandes eventos ao Norte de Portugal também foi outro dos objetivos, sendo o Rio Cávado e a Praia do Faial a escolha certa para iniciar aquele que acreditamos ser uma marca de sucesso e de futuro.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação