Braga Destaque

Animais. Surto de “esgana” obriga ao fecho temporário do canil de Braga

Redação
Escrito por Redação

O canil de Braga está a braços com um surto de vírus cinomose canina, também conhecido como “esgana”, informa a empresa municipal AGERE através das redes sociais.

Segundo aquele empresa da área ambiental e animal, a origem do foco deste vírus “deveu-se à entrada de um canídeo errante”, tendo já sido abatidos três cães que, segundo a AGERE, se encontravam no estado de “sofrimento”.

Os animais daquele centro de recolha oficial (CRO) estão já a ser sujeitos a colheita de amostras de sangue para análise laboratorial para verificar os resultados. Dada a inexistência de histórico da doença vai optar pela vacinação preventiva dos animais

“O CRO de Braga está já a desenvolver um conjunto de medidas de desinfeção, biossegurança e saúde animal imediatas não sendo possível a visita do espaço até determinação superior”, indica a AGERE.

A esgana é uma doença infeciosa que afeta primariamente os pulmões, trato intestinal e o sistema nervoso dos cães. Os detentores de cães devem estar atentos aos seguintes sintomas:
– febre uma semana após a infeção, mas muitas vezes esta febre poderá passar desapercebida;
– 2 semanas após a infeção o vírus leva a perda de apetite, febre, corrimentos nasais e oculares muco-purulentos, pneumonia e diarreia;
– nas 2 a 3 semanas seguintes desenvolvem-se sintomas neurológicos (ataques epiléticos e convulsões, e fraqueza dos membros, paralisias e perdas de coordenação..

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação