Braga Destaque

Agressores de família no trânsito são atletas do SC Braga e pertencem à claque

Bombeiros de VVD a chegada ao Hospital de Braga
Fernando André Silva

A rixa que provocou ferimentos em três membros de uma família (pai, mãe e filha), ontem à noite, em São Vicente, Braga, envolveu elementos da modalidade de boxe do SC Braga, que são também afetos a uma das claques do clube “braguista”.

Os alegados agressores seguiam numa viatura quando a da frente não terá dado sinalização com o pisca o que levou a uma troca de palavras no meio do trânsito.

A viatura dos atletas já tinha seguido na Rua Mário Almeida, junto ao espaço de restauração “Taberna Holandesa”, paralela com a António Macedo, quando terá feito inversão de marcha e lançado ataques ao condutor da outra viatura – o pai, que foi quem acabou transportado para o Hospital de Braga.

A mãe e a filha, de 21 anos, também sofreram hematomas mas a gravidade dos ferimentos não padeceu de transporte para as urgências hospitalares. Já o pai ficou em pior estado.

Os agressores acabaram por fugir antes da chegada da PSP e dos Bombeiros de Vila Verde, que foram acionados para o local com duas ambulâncias devido à indisponibilidade de meios de urgência àquela hora na cidade de Braga.

A PSP encontra-se a efetuar diligências para identificar os alegados agressores mas testemunhas no local reconheceram e apontaram para quatro elementos, vestidos com camisolas do SC Braga, como atletas da modalidade de boxe do clube. Ao que o V apurou, serão também afetos a uma das claques.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista