Braga Destaque

Economia. Primavera quer 7.000 novos formandos para “alargar campo de atuação”

(c) Carlos Santos
Redação
Escrito por Redação

Susana Teixeira, head manager da Primavera Academy, com sede em Braga, quer 7.000 novos formandos nas formações daquele empresa ligada à área tecnológica.

Para isso, a empresa transformou aquela academia numa nova unidade de negócio, independente da empresa bracarense, para responder às soluções de empresas externas à Primavera.

Este plano passa por alargar cada vez mais o âmbito de atuação em Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde e Espanha, avança Susana Teixeira em comunicado.

A nova unidade passa também por dar resposta às necessidades das empresas no âmbito das competências relacionadas com Tecnologias de Informação, negócio, gestão ou mesmo soft skills, alargando o campo de atuação para fora do ecossistema da empresa.

Em 2019, são esperados cerca de 7.000 novos formandos, alguns dos quais via centro de emprego, com os cursos a incidirem mais nas linguagens de programação informática.

A oferta formativa irá também incluir metodologias de gestão de projetos, transformação digital, cloud computing entre outras áreas que registam uma elevada escassez de recursos qualificados.

A Primavera Academy foi fundada em 2002 e desde então já formou cerca de 60 mil pessoas.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação