Amares Destaque

Amares. População de Fiscal alinhou com as filmagens do filme “Variações”

(c) FAS / Semanário V
Fernando André Silva

Fiscal está ao rubro com a rodagem do filme “Variações” em diversos pontos daquela aldeia. Esta segunda-feira à noite, as gravações começaram na igreja local, com o ator Sérgio Praia a encarnar o mítico cantor natural daquela freguesia do concelho de Amares.

Sérgio Praia disse ao Semanário V que reencarnar o papel de Variações é “uma grande responsabilidade”, que vem na sequência de uma peça de teatro onde tinha desempenhado o mesmo papel. “No teatro foi há dez anos, agora estou mais consciente e sólido para desempenhar este papel”, afirmou o ator.

No final da apresentação do filme aos jornalistas, que decorreu no edifício da Câmara de Amares, o Semanário V acompanhou as gravaões que decorreram junto à igreja e que contou com vários figurantes que não cabiam em si de contentes por ver esta homenagem ser feita.

Durante as gravações, um dos momentos mais emocionantes foi quando os figurantes, de forma improvisada, acompanharam o ator enquanto este interpretava “Deolinda de Jesus”, tema dedicado por Variações à sua mãe, bem conhecida naquela terra.

Melinha, adepta do SC Braga, também estava entre os figurantes, e disse ao V que conheceu pessoalmente o artista, a quem catalogou como “um grande artista” e um “digno representante do Minho”. Melinha só lamenta que este filme venha tão tarde. “Deviam ter feito isto quando ele era vivo”, rematou a bracarense.

As gravações do filme decorrem nos próximos dias com a encenação da mítica passagem das barcas pascais em Fiscal, que promete ser um dos momentos mais emotivos do filme realizado por João Maia.

O filme “Variações” retrata a vida de António Ribeiro, mais conhecido como “António Variações”, e toda a história do barbeiro que queria ser cantor e compositor sem perceber nada de notas de música. A película acompanha todo o percurso de António desde a sua infância, momentos esses gravados em Fiscal, e depois na noite lisboeta, onde foi “rei e senhor” e de onde partiu para conquistar o público nacional.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista