Destaque Vila Verde

Vila Verde volta a receber “Letra Harvest Fest”

Redação
Escrito por Redação

Está a chegar um evento que vai deixar os amantes da cerveja (e não só) com um sorriso de orelha a orelha. No Letra Harvest Fest’18, 24 e 25 de agosto, a colheita do lúpulo dá o mote para um fim de semana de experiências musicais, culturais e gastronómicas. A organização criou packs para diferentes atividades (colheita, produção de cerveja, jantar de harmonização…), que já estão quase esgotados. Quem já não for a tempo de agarrar um dos packs disponíveis, pode-se juntar à festa a partir do final da tarde para duas de Letra com os amigos e boa música. Para afugentar o calor de um agosto abrasador, o Festival de Cerveja Letra (começa às 18h30, na sexta, e às 17h, no sábado) apresenta mais de 30 variedades de cerveja bem fresca na zona exterior da Letraria, em Vila Verde. No mesmo local, a partir das 22h começam os espetáculos de música ao vivo, com entrada livre, que prometem animação pela noite dentro. Os amantes do desporto não foram esquecidos e podem aquecer para os concertos com o Trail Harvest Fest’18, organizado pelo movimento Vila Verde a Correr.

Para aprender não basta assistir, é preciso arregaçar as mangas e colocar as mãos na massa. E é exatamente o que vão fazer os participantes no Letra Harvest Fest. As plantas são cortadas na pequena plantação da Letra no centro de Vila Verde e transportadas pela força de braços até às imediações da Letraria. Aí, a flor do lúpulo é removida da planta através de um complexo sistema de processamento. Uma maravilha da engenharia que envolve articulações, tendões, músculos… Sim, é tudo feito à mão. Depois, os participantes vão aprender a receita e misturar os ingredientes. Fica tudo a levedar tranquilamente. 30 dias depois temos uma cerveja artesanal confecionada pelos participantes que está pronta a ser comercializada. Uma experiência única e inesquecível para os apreciadores do néctar.

Vila Verde tem tradição de lúpulo

A iniciativa é organizada pela Cerveja Artesanal Letra e insere-se na programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde. Aliás, encaixa-lhe como uma luva, já que a Letra Harvest Fest atrai anualmente centenas de pessoas à sede de concelho, vindas de vários pontos do país (boas notícias para as unidades de alojamento), e procura reavivar uma técnica agrícola com tradição em Vila Verde, a plantação do lúpulo. É verdade, o concelho tem uma história robusta na matéria, como nos explica o mestre cervejeiro Filipe Macieira, da Letra. “Nos anos 80 do século XX, estava localizada em Vila Verde a maior estação de tratamento e armazenagem de lúpulo de toda a região Norte. As pessoas mais velhas dizem-nos que se lembram perfeitamente da colheita, do cheiro, da textura… Contam que antigamente também havia aqui uma fábrica de cerveja”, avançou o engenheiro, acrescentando que o cultivo do lúpulo se apresenta como uma excelente oportunidade de negócio para as agricultores portugueses e Vila Verde reúne todas as condições para tomar a dianteira nesta área.

Produto escasso com grande procura, uma excelente oportunidade de negócio

À semelhança das congéneres nacionais, a Cerveja Artesanal Letra importa todo o lúpulo que necessita para a produção e mais de metade chega dos Estados Unidos da América. E, para já, não há outro remédio. A Letra utiliza mais de 30 variedades diferentes de lúpulo. A título de exemplo, no Norte do nosso país há unicamente uma produção, de apenas uma dessas variedades e num volume bastante reduzido. Sem ignorar a necessidade de um investimento inicial elevado e o facto de a planta só atingir o pico de produção a partir do 3º ou 4º ano de cultivo, Filipe Macieira recorda que há uma enorme procura no mercado por este ingrediente, que se torna cada vez mais escasso com o crescimento da produção de cerveja artesanal. Além disso, afigura-se como um investimento de longa rentabilidade, já que cada planta dura cerca de 25 anos. Do outro lado da fronteira chega-nos um bom exemplo disso mesmo. Nuestros hermanos apostaram na criação de novas plantações e o escoamento de lúpulo é imediatamente garantido pela economia interna, pelas marcas espanholas de cerveja.

Foi com este duplo propósito que surgiu o Letra Harvest Fest. Um evento de divulgação da importância da flor do lúpulo para o fabrico da cerveja e suas propriedades, com um programa associado para atrair pessoas a Vila Verde e criar experiências únicas e inesquecíveis. E é exatamente o que nos espera. A 24 e 25 de agosto todos os caminhos vão dar a Vila Verde. E se não vão, deviam!

Programação Completa:

— Dia 24 de agosto

10:00h – Produção cerveja Y.M.C.Ale Collab Cerveja LETRA e Cerveja Musa

18:00h – Jogo de Futebol Amigos à LETRA* @PLAYGREEN

18:30h – 02:00h Festival Cerveja LETRA Harvest@LETRARIA EXTERIOR

20:00h – Jantar de Harmonização* @LETRARIA

22:00h – Concerto CAN CUN

23:00h – Concerto Omodo

24:00h – DJ Set The New Party Makers

— Dia 25 de agosto

10:00h – Inicio da Colheita e Produção LETRA Harvest&Friends 2018 *

17:00h – 04:00h Festival Cerveja LETRA Harvest@LETRARIA EXTERIOR

17:00h – Trail Harvest Fest 2018* by Vila Verde a correr

17:30h – Boil Over – Encontro de Homebrewers Portugueses

18:30h – Apresentação Sidra 100% maçã – Letra Craft Trials

19:00h – Atuação de concertinas Joaquim Torres “Quim & Amigos”

22:00h – Concerto Gobi Bear

23:00h – Concerto This Penguin Can Fly

00:00h – Concerto Baltik Porter

01:30h – DJ Set PI – Pedro Ferreira

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação